Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sexta-feira, Julho 30, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

“O Interior Que Nos Une”, por Hugo Costa

Do ponto de vista estrito da Geografia é muito difícil catalogar que Portugal tenha verdadeiramente interior, visto que a maior distância de qualquer ponto do país ao mar não é mais que poucas centenas de quilómetros. O mar é mesmo uma das maiores potencialidades da nossa economia.

- Publicidade -

Todavia, muitas regiões do nosso país apresentam características fortes de interioridade. A população muito envelhecida, o elevado nível de desemprego a incapacidade de atração de pessoas e investimentos são alguns dos vértices dessa espiral muito difícil de contrariar.

Há regiões inteiras do nosso país a desertificar. Se o nosso país quer ter futuro, terá de ter coesão territorial.

- Publicidade -

O atual Governo anunciou recentemente a criação de uma Unidade de Missão para o Interior do país. A História indica que foram sempre os Governos do Partido Socialista que investiram de forma mais concreta e acertada no interior, ao contrário dos governos de direita, onde os gastos em infraestruturas do interior sempre foram vistos como “má despesa pública”.

A nossa região, mesmo estando próxima da grande Lisboa, apresenta sobretudo, em alguns concelhos, um nível de interioridade e de baixa densidade populacional assinável. A fundamentar este fato é a diminuição da população na região do Médio Tejo e na maioria dos seus concelhos.

É importante travar esta situação. Considerar o nosso território é valorizar os nossas empresas, os nossos recursos ambientais, patrimoniais e culturais. Este é o desafio da região.

Deputado na Assembleia da República e membro das Comissões de Economia, Inovação e Obras Públicas e Habitação, é também membro da Comissão de Orçamento e Finanças. Diz adorar o Ribatejo e o nosso país. Defende uma política de proximidade junto dos cidadãos. Tem 36 anos, é de Tomar e licenciou-se em Economia pelo ISEG. É membro da Assembleia Municipal de Tomar e da Assembleia da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo. Tem como temas de interesse a economia, a energia, os transportes, o ambiente e os fundos comunitários.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome