Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sexta-feira, Julho 30, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

O Elogio do Empreendedorismo ou Como financiar Projetos Culturais, por Sónia Pedro

Rios de tinta têm corrido sobre a temática do empreendedorismo. Enquanto algumas pessoas expressam os benefícios, outras reiteram as problemáticas e os lugares-comuns subjacentes. Entre aquelas que se manifestam a favor, outras tantas estão contra…

- Publicidade -

Para os mais distraídos, o empreendedorismo não se resume contudo à criação de um negócio, mas é antes uma atitude. Embora o conceito de “Empreendedorismo”  tenha sido popularizado pelo economista Joseph Schumpeter, em 1945, como a base de sua teoria da Destruição criativa. Segundo Schumpeter, o empreendedor é alguém versátil, que possui as habilidades técnicas para saber produzir, e capitalista, que consegue reunir recursos financeiros, organizar as operações internas e realizar as vendas de sua empresa.

Hoje o “empreendedor é aquele que cria e gere projetos” e traduziu o termo entrepreneurship para o português criando assim a palavra empreendedorismo – o estudo voltado para o desenvolvimento de competências e habilidades relacionadas à criação de um projeto (técnico, científico, empresarial). O termo “empreender” significa realizar, fazer ou executar.

- Publicidade -

Os portugueses são empreendedores? Os portugueses têm na génese o bichinho de empreender, apesar da origem da palavra empreendedorismo ser francesa. Mais ou menos há 500 anos, Portugal aventurou-se rumo ao desconhecido, partiu pelo mar rumo à descoberta de novos mundos, haverá projeto empreendedor maior do que este, eu julgo que não.” (In empreendedorismo.pt)

Uma das preocupações inerentes a qualquer projeto é a dimensão do financiamento – muito embora na maior parte dos casos, e erradamente, seja pensado antes até da estruturação do projeto.

Talvez focado na perspetiva da obtenção de lucros a partir da economia criativa, a verdade é que nunca até este momento tivemos à disponibilidade tantas formas de financiamento e de desenvolvimento de Projetos de índole cultural. É verdade também o desconhecimento destes incentivos por parte das entidades e pessoas interessadas assim como a grande carga burocrática a eles associada, assim como aos processos de candidatura.

Cientes desta dificuldade, o município de Ourém e a Associação Médio Tejo Criativo, organizaram, no passado dia 29 de outubro, no Museu Municipal de Ourém – Casa do Administrador, a Sessão de Esclarecimento “Como financiar Projetos Culturais”.

PrintNo âmbito da Sessão, a ADIRN – Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Norte apresentou as características inerentes à DLBC – Desenvolvimento Local de Base Comunitária aprovada para a sua região de intervenção.

A Índice Consultores apresentou o conjunto de medidas que no âmbito do Portugal2020 podem ser instrumentos de financiamento de projetos de índole cultural (no âmbito do PO SEUR, PO ISE, PO CI). Foram ainda apresentadas um conjunto de outros instrumentos e estruturas de financiamento para a cultura, como o Fundo de Fomento Cultural e o Fundo de Salvaguarda do Património Cultural (http://www.gepac.gov.pt/fundos-culturais.aspx).

Mas neste âmbito existem muitas, muitas mais possibilidades a explorar.

Para mais informações contacte-nos através do email: associacao.criativos.direcao@gmail.com

Um agradecimento especial às entidades envolvidas (ADIRN – Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Norte e Índice Consultores) assim como ao Município de Ourém.

 

Presidente da Associação Médio Tejo Criativo, Sónia Maria de Matos Pedro é licenciada em Antropologia - Ramo Antropologia Social e Cultural pela Universidade de Coimbra - Faculdade de Ciências e Tecnologia e Mestre em Cidades e Culturas Urbanas pela Faculdade de Economia também da Universidade de Coimbra. Já trabalhou em diversos projetos empresariais. Segundo diz a própria, "ideias e projetos para o futuro é que não faltam".

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome