- Publicidade -
Sexta-feira, Dezembro 3, 2021
- Publicidade -

Novos comandantes nacionais da Proteção Civil entram em funções na segunda-feira

O coronel da GNR António Paixão e Patrícia Gaspar assumem funções no comando nacional de operações de socorro da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) na segunda-feira, dia 4 de dezembro, indicou o Ministério da Administração Interna (MAI).

- Publicidade -

Em comunicado, o MAI adianta que o secretário de Estado da Proteção Civil, José Artur Neves, designou o coronel de infantaria da GNR António Paixão para exercer as funções de comandante operacional nacional da ANPC e para cargo de segundo comandante Patrícia Gaspar, atualmente adjunta de operações nacional da Proteção Civil.

Segundo o Ministério da Administração Interna, os despachos de nomeação produzem efeitos a partir de segunda-feira.

- Publicidade -

A indigitação de António Paixão e Patrícia Gaspar foi comunicada internamente, na quarta-feira, pelo presidente da ANPC, tenente-general Mourato Nunes, disse na altura à agência Lusa fonte da ANPC.

António Francisco Carvalho da Paixão, oficial de carreira da Guarda Nacional Republicana, comandou o Batalhão de Operações Especiais, integrou os contingentes da GNR destacados para Timor-Leste e foi o primeiro comandante do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS) da GNR, tendo sido ainda oficial de segurança da Assembleia República e atualmente estava à frente do Comando Territorial de Lisboa daquela força de segurança.

Patrícia Gaspar esteve na Marinha portuguesa entre 1996 e 2000, ano em que ingressou nos quadros do ex-Serviço Nacional de Proteção Civil, atual Autoridade Nacional de Proteção Civil, onde desempenhou funções no Gabinete de Relações Internacionais e adjunta de operações nacional por duas ocasiões, além de Comandante Operacional Distrital de Setúbal.

Desde 14 de setembro, data em que Rui Esteves pediu a demissão de comandante operacional nacional da ANPC, que o lugar era ocupado interinamente pelo tenente-coronel Albino Tavares, também ex-comandante do GIPS.

O tenente-general Mourato Nunes, antigo comandante-geral da GNR, tomou posse como presidente da ANPC em 09 de novembro.

A Liga dos Bombeiros Portugueses e a Associação Nacional de Bombeiros Profissionais já criticaram a escolha de um militar da GNR para o cargo de comandante nacional.

Agência de Notícias de Portugal

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome