Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Segunda-feira, Julho 26, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Nota da direção

Um milhão de leitores. Chegámos aqui apenas 8 meses depois do lançamento deste jornal digital e queremos partilhar a felicidade de alcançar esta marca simbólica consigo.

- Publicidade -

- Publicidade -

Acreditávamos que havia espaço para um jornal com estas características mas é muito bom constatar que não sonhámos alto demais e que os nossos objetivos a um ano foram alcançados ainda mais cedo.

O mediotejo.net dirige-se, desde o início, a um público exigente que gosta de estar informado sobre o que se passa à sua volta. É o único jornal que publica informação dos 13 concelhos da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, cobrindo de forma equitativa a atualidade local, nas áreas da Política, Economia, Sociedade, Desporto e Cultura.

- Publicidade -

Combinamos a experiência e a credibilidade de uma equipa de jornalistas profissionais da região com a versatilidade de uma publicação digital, atualizada ao minuto. Apostamos na diferença e na inovação, combinando textos, fotografias, audio e vídeo, envolvendo a comunidade através das redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube) e fidelizando também a sua relação connosco através de formatos inovadores, como os liveblogs das reuniões municipais, a newsletter semanal distribuída por e-mail ou os alertas de notícias de última hora, subscritos já por centenas de leitores fiéis.

O nosso site cresce todos os dias, tendo superado já, e apenas nos primeiros 8 meses de existência, 1 milhão de visualizações. Agradamos maioritariamente ao grupo mais difícil de captar: os jovens (18-35 anos, 42%). Chegamos de forma quase equitativa ao grupo seguinte (35-65 anos, 38%) e também aos menos jovens (+65 anos, 20%). Somos lidos por homens e mulheres (53%-47%), no ecrã do computador (42%) ou do tablet (10%) mas, sobretudo, no telemóvel (48%).

Além dos 250 mil habitantes deste região, estamos a chegar a milhares de leitores em Lisboa e também noutras cidades da Europa, África e América Latina, onde se concentram as maiores comunidades emigrantes.

Fonte: Google Analytics

Obrigado por nos ler e por dar sentido ao nosso trabalho. Um obrigado especial também aos nossos anunciantes, que garantem a viabilidade financeira deste projeto, e que desde o início acreditaram que marcar presença no nosso jornal seria uma aposta ganha, com grande visibilidade e benefícios mútuos.

O mediotejo.net nasceu com a ambição de ser um ponto de encontro para uma comunidade que ainda permanece afastada, apesar das proximidades culturais e geográficas, abrindo espaço para divulgar todas as histórias que merecem ser contadas – e que precisam de ser contadas. É esse trabalho que, com a sua confiança, nos comprometemos a continuar a fazer, todos os dias.

Sou diretora do jornal mediotejo.net e da revista Ponto, e diretora editorial da Médio Tejo Edições / Origami Livros. Sou jornalista profissional desde 1995 e tenho a felicidade de ter corrido mundo a fazer o que mais gosto, testemunhando momentos cruciais da história mundial. Fui grande-repórter da revista Visão e algumas da reportagens que escrevi foram premiadas a nível nacional e internacional. Mas a maior recompensa desta profissão será sempre a promessa contida em cada texto: a possibilidade de questionar, inquietar, surpreender, emocionar e, quem sabe, fazer a diferença. Cresci no Tramagal, terra onde aprendi as primeiras letras e os valores da fraternidade e da liberdade. Mantenho-me apaixonada pelo processo de descoberta, investigação e escrita de uma boa história. Gosto de plantar árvores e flores, sou mãe a dobrar e escrevi quatro livros.

- Publicidade -
- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

  1. impunha-se um jornal desta natureza para afastar a região do marasmo em que estava prestes a cair. Atingir a maioridade é o sonho de todos os projetos. Acreditamos na fidelidade à verdade e este jornal empurra-nos para o que de mais importante tem o ser humano; aproximar as pessoas e saber respeitar opiniões divergentes. Com rigor, com inovação e fazendo um apelo ao comunicar é preciso, o caminho terá menos curvas e projetará o futuro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here