Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Julho 28, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

NATO convida população a atravessar ponte militar no Tejo

No âmbito do exercício da NATO – TRIDENT JUNCTURE 2015 – o Comandante da Brigada Mecanizada Major-general Nunes da Fonseca e o Comandante da Brigada Multinacional, Coronel St-Louis, anunciaram hoje que todos os cidadãos estão convidados a visitarem amanhã, segunda-feira, a exposição estática de materiais e equipamentos militares e a assistirem à montagem de uma ponte militar, nas margens do rio Tejo, nas vilas de Tancos e Arripiado, a partir das 16H00.

- Publicidade -

- Publicidade -

Ao início da tarde de segunda-feira será realizada a montagem de uma ponte militar, pela Companhia de Engenharia alemã, nas margens do rio Tejo, permitindo a ligação entre as localidades de Tancos e do Arrepiado, e que poderá ser atravessada a pé pela população, entre as 16H00 e as 18H00.

O exercício TRIDENT JUNCTURE 2015 – o maior exercício da história da NATO desde 2002 – realiza-se em vários locais de Itália, Espanha e Portugal que se constituem como nações hospedeiras, havendo ligação com outros exercícios conduzidos na Bélgica, Canadá, Alemanha, Holanda, Noruega e, no mar, no Oceano Atlântico e no Mar Mediterrâneo.

- Publicidade -

O exercício, que tem por objetivo demonstrar a capacidade da NATO em planear, gerar, preparar, projetar e sustentar forças e meios atribuídos, envolve toda a estrutura de Comando da Aliança e conta com a participação de cerca de 36.000 militares das componentes Terrestre, Marítima e Aérea, de mais de 30 países da Aliança e Parceiros.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome