Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Terça-feira, Outubro 19, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Nacional TT 2018 | Caravana a caminho de Portalegre

É novamente com uma forte lista de inscritos nas três categorias que a Baja de Portalegre recebe os pilotos do campeonato nacional de TT. A ‘Cidade Branca’ como é conhecida, acolhe pela 32ª vez a prova rainha do TT nacional, este ano não para encerrar a época mas sim como penúltima ronda do ano.

Com organização a cargo do ACP Motorsport a prova será dividida em três dias nos quais pilotos e máquinas terão que cumprir uma quilometragem superior aos 553 quilómetros, dos quais 423 serão cronometrados. O primeira dia, 26 de outubro, estará reservado às verificações técnicas e administrativas nas instalações da Nerpor, onde estará situado o parque-fechado e centro nevrálgico da prova, seguindo-se ao final do dia a já tradicional cerimónia de partida oficial nos Jardins do Tarro no centro da cidade de Portalegre.

No dia seguinte o emblemático prólogo na Herdade das Coutadas junto a Portalegre promete levar novamente uma imensa massa humana até ao local para acompanhar ao vivo o primeiro confronto da prova. Com cinco quilómetros de extensão o prólogo será o aperitivo dos 98 quilómetros da tarde que terão partida em Ponte de Sor. A fechar a prova, e já no dia de sábado, 320 quilómetros serão colocados perante os resistentes das motos, moto4 e SSV.

Festa no coração de Portalegre na partida da edição de 2017. (Foto ACP)

Luís Oliveira, vencedor da edição de 2016, vai certamente tentar “vingar” o azar do ano passado quando a 20 quilómetros do final problemas com a sua moto o obrigaram a renunciar ao primeiro lugar com António Maio.

Com várias passagens pelo TT, André Villas-Boas é outro nome que faz parte da lista de 398 participantes na prova. O treinador de futebol vai alinhar na Baja Portalegre pela segunda vez, novamente aos comandos de uma KTM 350 EXC F, e terá seguramente como objetivo melhorar o 69º lugar conseguido em 2016.

Dois pilotos que prometem despertar as atenções são os polacos Maciej Giemza e Adam Tomiczek. Ambos júniores, Giemza chega a Portalegre como vencedor da Taça do Mundo FIM de Cross Country Júnior em 2018 e 2017, enquanto Tomiczek foi terceiro na Taça do Mundo de Bajas Júnior este ano.

Outro dado digno de nota, é a internacionalização da Mini Baja. O projecto de formação de jovens pilotos de todo-o-terreno de duas rodas lançado pelo Automóvel Club de Portugal há nove anos tem atraído sempre um número interessante de participantes e este ano vai contar com uma piloto da República Checa. A jovem Nelly Caisová, de 15 anos, é a única rapariga do grupo e vai competir contra 13 outros jovens rivais, todos eles portugueses.

Foto: DR

Estão assim reunidos os ingredientes para o que promete ser mais uma grande edição da Baja Portalegre 500 a disputar entre os dias 25 a 27 de outubro e da qual sairão os Campeões Nacionais de TT, o Campeão do Mundo de T3 e, quem sabe, os vencedores dos títulos nacionais de Motos e SSV.

HORÁRIOS

26 de outubro (Quinta-feira)

08h00 Abertura do secretariado

08h00 / 17h00 Acreditação das equipas

08h30 / 16h00 Verificações administrativas

09h00 / 16h30 Verificações técnicas

13h00 / 17h00 Reconhecimento da Super Especial (SS1)

17h30 Publicação da lista de admitidos à partida

19h00 / 21h00 Cerimónia de Partida (Jardim do Tarro)

22h30 Encerramento do secretariado

 

27 de outubro (Sexta-feira)

07h00 Abertura do secretariado

07h25 Partida da 1ª Etapa

07h50 Partida SS1 – Prólogo (Herdade das Coutadas)

07h55* Chegada do SS1

11h45 Partida do SS2

13h00* Chegada do SS2

15h00* Chegada da 1ª Etapa

18h30 2a Reunião do Júri da Prova

19h30 Publicação da lista de partida para a 2ª Etapa

20h30 Encerramento do secretariado

 

28 de outubro (Sábado)

08h00 Abertura do secretariado

09h50 Partida da 2ª Etapa

10h15 Partida do SS3

13h45* Chegada do SS3

14h15* Chegada da 2ª Etapa

16h30 Conferência de imprensa

17h00 Cerimónia de pódio

19h30 3ª Reunião do Júri da Prova

20h30 Publicação da classificação final provisória

21h00 Distribuição de prémios

22h00 Encerramento do secretariado

* Hora prevista

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome