Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Terça-feira, Agosto 3, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Municípios do Médio Tejo melhoram eficiência financeira

Vila de Rei, Ourém e Abrantes são os municípios do Médio Tejo que ocupam o ranking global dos cinco melhores municípios dos distritos de Castelo Branco e Santarém, de acordo com o Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses 2015 elaborado pela Ordem dos Contabilistas certificados (OCC).

- Publicidade -

Segundo este documento, de uma maneira geral os municípios portugueses estão mais independentes no que diz respeito às contas. Há aumento das receitas, diminuição das despesas, bem como diminuição do tempo que as autarquias demoram a pagar.

No Distrito de Castelo Branco, Vila de Rei ocupa a 3ª posição entre os cinco melhores municípios. No ranking global dos cinco melhores do distrito de Santarém constam Ourém (em 2°) e Abrantes (em 4°).

- Publicidade -

Mas da lista dos 50 municípios a nível nacional que apresentam maior independência financeira (receitas próprias / receitas totais) em 2015 não consta qualquer município do Médio Tejo. O mesmo acontece em relação aos municípios, que em 2015, apresentaram maior peso de receitas provenientes de impostos e taxas, na receita total cobrada.

Entre os municípios com menor equilíbrio orçamental, aparece Constância em 24°. Alcanena é considerado no estudo o 6° município em desequilíbrio orçamental.

Vila de Rei surge novamente no ranking dos municípios que apresentam menor independência financeira (receitas próprias / receitas totais), em 17°.

Tendo em conta o seu pequeno número de habitantes, 3.392, Vila de Rei é o 10° município com maior investimento assumido por habitante no decénio 2006-2015

Um dos instrumentos que contribuíram para desafogar financeiramente os municípios e reduzir prazos de pagamento foi o PAEL – Programa de Apoio à Economia Local. Na nossa região recorreram a este programa os municípios de Entroncamento (3.219.263 euros), Ourém (3.365.330 euros), Sardoal (444.793 euros), Sertã (2.130.877 euros), Torres Novas (6.795.454 euros) e Vila Nova da Barquinha (741.247 euros). O PAEL, implementado em 2012, destinava-se à regularização do pagamento de dívidas dos municípios vencidas há mais de 90 dias.

Tomar, que viu recusada a adesão a este programa, era em 2015 o 16° município com maior prazo médio de pagamento. Em média demorava 307 dias a pagar aos fornecedores.

Entre os municípios com menor receita cobrada de IMI (Imposto Municipal sobre Imóveis) em 2015 estão Vila de Rei (21° lugar no ranking), Sardoal (23°) e Constância (32°). Estes três municípios estão também entre os que tiveram menor receita cobrada de IMT (Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis), em 2015.

Em contrapartida Entroncamento é o 26° município com maior aumento de IMT, mais do que a capital do distrito, Santarém, que ocupa a posição logo a seguir.

Sardoal é o 14° município com menor peso do IMT nas despesas correntes e Vila de Rei o 31°.

No ranking dos municípios que apresentam maior peso dos pagamentos da despesa com pessoal nas despesas totais surge Sardoal em 11° e Tomar em 34°. Alcanena é o 3° município com menor peso nas despesas com pessoal.

Quanto ao grau de execução da receita cobrada, em 2015, Abrantes foi o 9° município. Com menor volume da receita cobrada estão os municípios de Constância (17°), Vila de Rei (19°) e Sardoal (32°).

Ao longo das 400 páginas do Anuário Financeiro, a OCC analisa a saúde financeira dos municípios portugueses com base em vários parâmetros. O documento completo está disponível no site da OCC.

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome