Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Julho 28, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Municípios com centro histórico pedem financiamento para recuperação do património

O presidente da Associação Portuguesa de Municípios com Centro Histórico defendeu segunda-feira, em Alpiarça, a necessidade de financiamento para a recuperação do património físico e imaterial dos centros urbanos, numa estratégia que promova e desenvolva os territórios.

- Publicidade -

Vítor Mendes, que preside igualmente à Câmara Municipal de Ponte de Lima, falava no final de uma jornada dedicada a celebrar o Dia Nacional das Cidades com Centro Histórico, que contou brevemente com a presença do ministro da Cultura, João Soares.

O autarca disse à Lusa que o apelo da associação ao Governo é de que exista uma estratégia em que haja eficiência no investimento público e privado e um “envelope financeiro”, no âmbito dos fundos comunitários ao abrigo do Portugal 2020, que permita não só a reabilitação do património edificado e imaterial, como um impulso à economia.

- Publicidade -

O objetivo é fomentar atividades como o turismo ligado à História e ao Património.

“Espero que o Governo e os gestores dos programas operacionais tenham sensibilidade para a importância deste tema”, declarou.

Para Vítor Mendes, é preciso ter atenção à “grande disparidade” criada, no âmbito dos fundos para a regeneração urbana, entre médios e grandes centros urbanos e os mais pequenos.

Por isso, apelou a um maior equilíbrio e equidade “para reduzir as assimetrias entre os grandes centros urbanos e os territórios de baixa densidade”.

Na jornada, realizada no auditório situado no novo edifício da Casa dos Patudos – Museu de Alpiarça, decorreu uma reunião da direção e da assembleia-geral ordinária da associação e foi entregue ao município de Alpiarça a medalha de ouro da APMCH “pelo esforço desenvolvido na preservação do legado de José Relvas, requalificando o seu Museu Municipal, de forma exemplar”.

O presidente da Câmara Municipal de Alpiarça, Mário Pereira, referiu igualmente a necessidade de reforço das dotações para a regeneração urbana, sobretudo dos municípios mais pequenos.

Na região Alentejo, que integra a Lezíria ribatejana, os municípios mais pequenos, considerados “complementares”, foram “muito penalizados”, disse.

Do programa que assinalou o Dia Nacional das Cidades com Centro Histórico constou uma visita guiada à Casa dos Patudos – Museu de Alpiarça, com o conservador Nuno Prates, e a apresentação dos livro “Portugal em Marrocos”, com o autor Frederico Mendes Paula, e “Mais Património”, do antigo presidente da Câmara de Santarém e membro da AMPCH José Miguel Noras.

Agência de Notícias de Portugal

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here