Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Agosto 5, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Município de Abrantes recebe prémio nacional “Viver em Igualdade”

A Presidente da Câmara Municipal de Abrantes, Maria do Céu Albuquerque, recebeu na segunda-feira o Prémio “Viver em Igualdade”, galardão que atesta que o município é reconhecido como um dos melhores concelhos para viver em igualdade.

- Publicidade -

Na cerimónia, que decorreu no Teatro da Trindade, em Lisboa, estiveram presentes o Ministro-Adjunto, Eduardo Cabrita, a secretária de Estado da Cidadania e da Igualdade, Catarina Marcelino, e a presidente da Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género, Teresa Fragoso, bem como os autarcas dos 7 municípios premiados pela Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género (CIG), e que visa distinguir Municípios com boas práticas na integração da dimensão da Igualdade de Género e Cidadania.

“As questões da igualdade não têm dimensão populacional, a cidadania não tem número, cada ser humano é igual nos seus direitos, independentemente do local onde vive, do local onde trabalha, onde aspira ser autarca”, disse o ministro.

- Publicidade -

A cerimónia decorreu em Lisboa, no Teatro da Trindade, por ocasião do Dia Municipal para a Igualdade.

Pretende-se com a iniciativa distinguir boas práticas de integração ao nível da Igualdade de género, cidadania e não discriminação.

A presidente da CIG, Teresa Fragoso, frisou que, apesar dos progressos alcançados, é importante manter o olhar crítico sobre “o muito que ainda falta fazer”.

“Relembro que cerca de três dezenas de municípios foram já premiados em três edições deste prémio. Mas três dezenas são apenas cerca de 10% dos municípios do país”, observou.

No mesmo sentido, prosseguiu, as mulheres presidentes de câmara são apenas oito por cento no total dos municípios.

A cerimónia de entrega dos prémios antecedeu o início do Roteiro “Cidadania em Portugal”, que vai percorrer o país, de hoje a dia 30 de junho, desafiando as redes e as comunidades locais a refletirem e desenvolverem ações sobre cidadania e participação cívica, de acordo com informação divulgada pelo gabinete do ministro.

O Município de Abrantes venceu pela terceira vez o prémio “Viver em Igualdade” atribuído pela terceira vez consecutiva pela Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género (CIG), um galardão instituído para premiar o trabalho das autarquias em matéria de igualdade de género e não discriminação.

O Prémio Viver em Igualdade é uma iniciativa bienal, promovida e Não Discriminação, quer na sua organização ou funcionamento, quer nas atividades por si desenvolvidas.

O Prémio, cuja cerimónia de entrega decorreu esta segunda-feira em Lisboa, consistiu na atribuição de um certificado de mérito destinado a ser usado na comunicação da autarquia e onde se atesta que o município referido é reconhecido como um dos melhores concelhos para viver em igualdade.

Nesta terceira edição do prémio, foram oito os municípios contemplados: Abrantes, Cascais, Odivelas, Alfândega da Fé, Lagoa (Algarve), Lisboa, Oliveira de Azeméis, e Póvoa de Lanhoso.

Aos municípios de Amadora, Fafe, Figueira da Foz, Horta (Açores), Mirandela, Madalena (Açores), Câmara de Lobos (Madeira Santarém, Sever do Vouga, Vila Franca de Xira, Vila do Conde, Vila do Porto (Açores) e Vila Verde foi atribuída uma menção honrosa.

c/Lusa

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome