Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Quinta-feira, Outubro 21, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Movimento pelo Tejo repudia “ato de intimidação” para com ambientalista Arlindo Marques

O Movimento pelo Tejo – proTEJO, manifestou hoje o seu apoio ao ambientalista Arlindo Marques, conhecido como o “guardião do Tejo”, alvo de um processo movido por uma empresa de celulose, tendo afirmado repudiar o que considera ser um “ato de intimidação”.

- Publicidade -

“Repudiamos este ato de intimidação que tenta condicionar o direito constitucional que todos os cidadãos têm de expressar livremente a sua opinião e que vem somar-se a outros que têm vindo a ocorrer sobre ambientalistas que prestam um serviço público de elevada valia e respeitabilidade ao denunciarem as ações de uns poucos que muito têm contribuído para a degradação o rio Tejo e seus afluentes”, pode ler-se no comunicado do movimento ambientalista, com sede em Vila Nova da Barquinha.

“O proTEJO – Movimento pelo Tejo teve conhecimento que Arlindo Consolado Marques, seu membro e secretário da mesa do Conselho Deliberativo, está a ser alvo de uma ação interposta pela empresa CELTEJO – Empresa de Celulose do Tejo, S.A., pertencente ao Grupo ALTRI, por ofensas à sua credibilidade e bom nome em consequência das denúncias que o mesmo tem feito e divulgado nas redes sociais sobre a poluição do rio Tejo, reclamando o pagamento de uma indemnização de 250 mil euros”, escreve o proTEJO, em comunicado assinado pelos seus dois porta-voz, Paulo Constantino e José Moura.

- Publicidade -

“Consideramos que esta ação contra o Arlindo Consolado Marques é uma ação contra este movimento e contra todos os cidadãos de Portugal e Espanha que se preocupam com o rio Tejo”, pode ler-se no documento, que observa que “Arlindo Consolado Marques é um cidadão que tem prestado bons serviços à sociedade e ao ambiente sendo um verdadeiro “guardião do rio Tejo” ao denunciar a poluição do rio Tejo e sendo a voz e os olhos vigilantes das populações ribeirinhas e de todos aqueles que se preocupam com o rio Tejo”.

“Solidarizamo-nos com Arlindo Consolado Marques comprometendo-nos a tomar todas as diligências para que este não seja condenado por exercer a sua cidadania e para que a ação interposta pela Celtejo seja uma oportunidade para um cabal esclarecimento sobre as responsabilidades pela poluição do rio Tejo”, acrescenta, tendo afirmado ser “lamentável que a Celtejo venha fazer de bode expiatório este simples cidadão sem meios para fazer frente a este gigante da indústria e não tenham sido interpostas ações judiciais contra políticos, deputados e outras figuras públicas”.

O proTEJO e todas as organizações da Rede de Cidadania por uma Nova Cultura da Água do Tejo/Tajo e seus afluentes, em Portugal e Espanha, continua, “darão todo o apoio a Arlindo Marques, quer moral, para que tenha força e coragem para continuar o seu válido contributo para as comunidades ribeirinhas, quer de cidadania, contribuindo para que este incidente sirva de exemplo para quem pense enveredar pela via da intimidação”, conclui.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

  1. Arlindo es un buen ciudadano, denuncia y hace visibles los maltratos al medioambiente y a la salud pública, contribuye a que la ciudadanía tenga más respeto y consideración por el patrimonio común que son los ríos y esa labor debería ser reconocida por el Estado y por todas las instituciones y ciudadanía.
    CelTajo se descalifica automáticamente al emprender acciones legales legales contra él en lugar de emprender acciones para proteger, cuidar y repetar el medio del que se aprovecha y maltrata.
    Desde España, desde la Plataforma de Toledo en Defensa del Tajo y desde la Red Ciudadana por una Nueva Cultura del Agua en el Tajo / Tejo y sus ríos (Red del Tajo / Rede do Tejo) nuestro apoyo, cariño y solidaridad para Arlindo.
    Ojalá todos fueramos como Arlindo. O Tejo merece.

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome