Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Terça-feira, Outubro 26, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Montalvo | Exéquias da irmã Maria do Rosário realizam-se esta sexta-feira

As exéquias da nossa Irmã Maria do Rosário, que faleceu esta quinta-feira aos 85 anos, irão realizar-se na tarde da Solenidade da Imaculada Conceição da Virgem Maria, esta sexta-feira, dia 8 de dezembro, com missa de Corpo Presente, às 15:30, no Mosteiro de Nossa Senhora da Boa Esperança em Montalvo, Constância, seguindo em cortejo para o cemitério de Montalvo. (Os seus restos mortais, encontram-se já na Capela do Mosteiro).

- Publicidade -

Na página online das Irmãs Clarissas, pode ler-se que “o Mosteiro de Nossa Senhora da Boa Esperança, em Montalvo, testemunhou na madrugada de hoje a entrega da vida da Irmã Maria do Rosário, às mãos de Deus, seu e nosso Pai. Na fragilidade dos seus 85 anos, a irmã Maria do Rosário, em véspera de umas das maiores festas em Honra de Nossa Senhora, viu-se subitamente tomada por uma indisposição, que a terá despertado para uma melhor preparação à sua presença no Céu de Deus. Foi na serenidade da madrugada, e envolvida pelas suas irmãs, com quem rezou este momento de encontro com Deus, que se deixou tomar pelo abraço misericordioso de Deus.

A Irmã Maria do Rosário Fátima Barros nasceu em Câmara de Lobos, Madeira, a 21 de outubro de 1932. Fez os seus primeiros votos no dia 4 de outubro de 1972 e os seus votos perpétuos, a 14 de dezembro de 1975.

- Publicidade -

A Irmã Maria do Rosário, chegou ao Mosteiro de Nossa Senhora da Boa Esperança, em Montalvo, no final do ano de 1980, ano da fundação do mosteiro, vinda da Comunidade do Mosteiro do Louriçal, Diocese de Coimbra, onde permaneceu até hoje. Nestes anos, viveu em comum com as suas irmãs Clarissas no desejo de uma Santa Unidade, de modo a possuir como único e absoluto Bem, o seu amado esposo, Jesus Cristo.

Nos braços de Deus e no Coração Imaculado de Maria, a Irmã Maria do Rosário vê assim, em ambiente de grande festa, respondidas todas as suas interrogações e todas as súplicas que foi colocando em cada dia na Mesa do Altar de Deus. No mesmo desejo de Unidade de Deus, rezemos pela Irmã Maria do Rosário para que de Deus, nos ilumine os dias e fortaleça a sua Comunidade de Montalvo, para que, na simplicidade e humildade, possam continuar a cantar os maiores hinos de amor a Deus”, pode ainda ler-se na missiva.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome