Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Sábado, Maio 8, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Montalvo | Chegada de médico de família é momento alto depois de tantos anos de luta – Ana Manique

Privados de médico de família e de serviço de enfermagem há mais de uma década, os cerca de 1.300 habitantes da freguesia de Montalvo (Constância), viram chegar na sexta-feira um médico à localidade num dia muito aguardado pela população e que marcou a abertura da nova extensão de saúde na localidade.

- Publicidade -

“O dia de hoje, com a abertura da extensão de saúde, os cuidados de enfermagem e a chegada de um médico de família, é um momento alto de alegria e satisfação depois de tantos anos de luta, vigílias, protestos e reivindicações, e significa tudo porque este povo tem lutado e esperado há mais de 12 anos, e é prova que tudo acontece. É só acreditar”, disse na sexta-feira ao mediotejo.net a presidente da junta de freguesia de Montalvo, Ana Manique, na linha da frente do processo reivindicativo ao longo da última década.

ÁUDIO: ANA MANIQUE, PRESIDENTE JF MONTALVO: 

- Publicidade -

 

Ana Manique lembrou o processo de encerramento do antigo posto de saúde e as reivindicações da população, tendo feito notar que durante o processo houve muitas dificuldades, com menos força e voz tão ativa como hoje, e que tem prejudicado ao longo dos anos essencialmente a população de mais idade, com dificuldades de deslocação.

“É isto que nos valoriza enquanto autarcas, nunca desmoralizámos, quer a junta quer o município, e estamos a colher os frutos do que semeámos”, notou, visivelmente satisfeita com a abertura de um “equipamento tão essencial como básico para enriquecer a freguesia e uma aldeia pequenina, mas muito acolhedora e muito agradável para se viver”.

O dia é de festa e alegria, mas o momento de celebração fica adiado mas prometido para “tão breve quanto possível, para juntar o povo e festejar a vitória nesta batalha”, disse Ana Manique, justificando a falta do momento comemorativo com a pandemia em curso.

Em declarações ao mediotejo.net, fonte do ACES Médio Tejo disse que a abertura da extensão de saúde de Montalvo “constitui um alargamento na prestação de cuidados médicos de proximidade” e que, “neste momento, a consulta médica irá funcionar uma vez por semana, com um médico, às sextas-feiras, das 09:00 às 18:00”. Por outro lado, continuou, “os cuidados de enfermagem estão assegurados três vezes por semana no período compreendido entre as 09:00 e as 12:00”.

Questionado sobre um ponto de situação relativamente à entrada em funcionamento de novas extensões de saúde na região, o ACES Médio Tejo, que tem Diana Leiria como diretora executiva, disse que, “na sequência de um protocolo celebrado entre a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) e a Câmara Municipal de Ourém, as extensões de Saúde de Alburitel, Sobral e Olival já estão a funcionar nas novas instalações, que foram totalmente requalificadas, permitindo, assim, melhores condições para a prestação de cuidados de saúde aos utentes. Também a extensão de Vilar dos Prazeres já está a funcionar nas novas instalações, na sequência de um protocolo celebrado ente a ARSLVT e a respetiva Junta de Freguesia”.

Extensão de saúde abre em Montalvo (Constância) 12 anos depois de muitas reivindicações. Foto: Ana Rita Cristóvão | mediotejo.net

Além destas, acrescentou, “encontram-se, também, praticamente concluídas as obras de requalificação do edifício onde será instalada a Unidade Cuidados na Comunidade Almourol, em Vila Nova da Barquinha, e estão a decorrer as obras de requalificação do Centro de Saúde de Torres Novas”, duas obras que resultam de um protocolo firmado entre a ARSLVT e as respetivas Câmaras Municipais.

Relativamente à resposta para a falta de médicos em algumas freguesias do Médio Tejo, como em Alvega (Abrantes), por exemplo, o ACES disse ser “expectável que no próximo concurso de recrutamento de médicos de Medicina Geral e Familiar consigamos preencher algumas vagas com médicos especialistas de Medicina Geral e Familiar. Até lá, estamos a envidar todos os esforços para encontrar as melhores soluções que permitam assegurar e manter a capacidade de resposta a todos os utentes, recorrendo ao aumento da capacidade das consultas de recurso, quer na sede, quer em algumas extensões onde tal se afigura possível”, afirmou.

Extensão de saúde abre em Montalvo 12 anos depois de muitas reivindicações

A antiga extensão de saúde funcionou até 2009 no edifício da Casa do Povo de Montalvo e ficou privada de médicos de família e de serviços de enfermagem devido à falta de profissionais de saúde, tendo os utentes de se deslocar desde então a Constância ou a Abrantes, a 8 e a 10 quilómetros de distância da sede do concelho, respetivamente, numa situação que nunca foi do agrado da população que chegou a organizar vigílias de protesto.

“São mais de mil pessoas que vivem em Montalvo, muitas delas envelhecidas e sem meio de transporte para acederem aos cuidados médicos a Constância ou a Abrantes, e esta abertura de um serviço público de proximidade, com a importância que têm os cuidados de saúde primários, é fundamental para aumentar a qualidade de vida no território e captar e fixar as pessoas”, destacou, por sua vez, Sérgio Oliveira, presidente da Câmara de Constância.

O novo equipamento de saúde em Montalvo resulta da adaptação do antigo edifício de Escola de 1º Ciclo Dr. José Godinho, uma escola desativada, para Extensão de Saúde, e deriva de uma parceria entre o município, que investiu cerca de 160 mil euros na reabilitação do espaço, dos quais 90 mil euros com apoios de fundos comunitários, e a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), que assegurou o recheio do edifício, dotando-o de equipamentos, mobiliário e recursos humanos.

Ana Manique, presidnete da Junta de Freguesia de Montalvo, e Sérgio Oliveira, presidente da Câmara de Constância. Foto arquivo: DR

A partir desta sexta-feira, dia 09, e durante este mês de abril, existirá atendimento médico uma vez por semana, às sextas-feiras, durante todo o dia, e a partir do mês de maio o atendimento médico passará a efetuar-se três vezes por semana, às segundas, quartas, e sextas-feiras, sempre no período da manhã.

Relativamente aos cuidados de enfermagem, segundo a mesma fonte, estes serão desde já efetuados às segundas, quartas, e sextas-feiras no período da manhã.

Extensão de saúde abre em Montalvo (Constância) 12 anos depois de muitas reivindicações. Foto: CMC

No que concerne aos utentes, haverá a possibilidade das pessoas de Montalvo que “nunca fizeram a transferência de ficha para Constância ficarem com médico de família e serem atendidos na nova Extensão de Saúde”, bem como “as pessoas de Montalvo que têm ficha em Constância têm a possibilidade de pedir a transferência de ficha para a Extensão de Saúde de Montalvo”, adiantou o autarca.

Sérgio Oliveira disse ainda que, “apesar de ser um momento de alegria e de festa, não existirá cerimónia de inauguração tendo em conta a situação pandémica” existente.

“Festa e cerimónia de inauguração apenas fará sentido com a presença de população que vai usufruir deste equipamento de saúde, o que, não sendo possível, o momento formal e de celebração ficará adiado para melhor ocasião”, concluiu.

c/LUSA

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

COMENTÁRIOS

Please enter your comment!
O seu nome