Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Terça-feira, Outubro 26, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Mitsubishi Fuso pára produção na fábrica do Tramagal por falta de componentes

A Mitsubishi Fuso Truck Europe anunciou uma paragem de produção a partir de sexta-feira, na fábrica do Tramagal, por tempo indeterminado, devido ao atraso na entrega de componentes e à escassez no abastecimento de semicondutores.

- Publicidade -

Em declarações à agência Lusa, fonte oficial da empresa confirmou a paragem forçada “a partir de amanhã”, dia 15 de outubro, tendo atribuído a mesma a uma “disrupção da cadeia de abastecimento de componentes”, e afirmado que a “paragem da produção é consequência de problemas no Terminal de Contentores de Sines e atraso de navios”.

Segundo a mesma fonte, “este problema junta-se à escassez no abastecimento de semicondutores”, estando a retoma da atividade “dependente da resolução dos problemas”.

- Publicidade -

A fábrica da Mitsubishi Fuso Truck Europe (MFTE) em Tramagal é o centro de produção da FUSO na Europa e emprega 450 trabalhadores, integrando a Daimler Truck, a maior construtora mundial de veículos pesados.

A empresa deu ainda conta que a atividade na fábrica da MFTE em Tramagal, no concelho de Abrantes, “tem sido afetada nos últimos meses por questões globais de falta de contentores e atraso de navios vindos do Japão na rota marítima Ásia – Europa”, e que “levaram já a paragens esporádicas” da produção.

“Esta semana”, acrescentou a mesma fonte, “a situação agravou-se com novas interrupções na cadeia de abastecimento devido a atrasos relacionados com grandes congestionamentos nas operações no porto de Sines e nos transportes ferroviários”.

O Secretário de Estado da Internacionalização visitou em 2020 a fábrica da Mitsubishi Fuso (MFTE) em Tramagal (Abrantes) no sentido de promover o relançamento da atividade económica nacional e “relançar as bases” para a dinâmica exportadora verificada em 2019. Foto: mediotejo.net

Face ao atual cenário, “a fábrica no Tramagal vai parar a partir de amanhã, dia 15, estando-se a avaliar a evolução da situação e a aguardar que o restabelecimento da cadeia de abastecimento permita retomar a produção na próxima semana”, concluiu.

A produção anual de 2020 da fábrica do Tramagal cifrou-se nas 6.328 unidades, com um volume de faturação de 151 milhões de euros. Com um total de 450 colaboradores, a MFTE teve na União Europeia, Reino Unido e Suíça os seus principais mercados.

A MFTE já produziu na fábrica do Tramagal mais de 200.000 veículos, dos quais 95% para exportação.

Em 2019, fabricou 11.036 veículos Canter, sendo mais de 90% para exportação para o mercado europeu e também para os Estados Unidos, Israel, Turquia e Marrocos.

A empresa instalada no concelho de Abrantes, maior exportadora do distrito do Santarém, faturou cerca de 222 milhões de euros em 2019.

Com o fabrico contínuo do modelo Canter desde 1980, a unidade de Tramagal especializou-se em camiões ligeiros, tendo começado a montar o eCanter em 2017, o primeiro camião totalmente elétrico a ser montado em série e atualmente em utilização em diversas cidades, como Lisboa, Nova Iorque, Amesterdão, Londres, Berlim e Tóquio.

Agência de Notícias de Portugal

- Publicidade -
- Publicidade -

2 COMENTÁRIOS

  1. Não sei onde vão buscar estas informações. Os funcionários, que são funcionários não sabem de nada e vocês publicam uma coisa destas sem ao menos verificar a veracidade da informação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome