Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sexta-feira, Agosto 6, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Ministro da Saúde inaugura USF de Abrantes esta sexta-feira, ao final da manhã

A Unidade de Saúde Familiar (USF) de Abrantes abriu as portas à população na segunda-feira, dia 30 de maio, e vai ser inaugurada oficialmente esta sexta-feira, dia 3 de junho, às 12:30, com a presença anunciada do ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes.

- Publicidade -

Aquele espaço garante médico de família aos cerca de 4500 utentes que se encontram sem profissional de saúde e disponibilizar cuidados médicos entre as 8h e as 20h. A consulta aberta para situações agudas e um serviço de atendimento não presencial através de telefone onde os utentes poderão esclarecer as suas dúvidas e questões com os médicos são algumas das mais-valias da USF de Abrantes para a população.

Uma equipa de cinco médicos e cinco enfermeiros está desde o início da semana a assegurar a prestação de cuidados de saúde a cerca de 10 mil utentes residentes na União de Freguesias de S. João, S. Vicente e Alferrarede, dos quais 4500 encontram-se sem médico de família.

- Publicidade -

Cada médico ficará com cerca de 1700 a 1900 utentes, tendo em conta o horário de trabalho de cada médico ser de 35 horas ou 40 horas, sendo que todos os cidadãos residentes na área da União de Freguesias de Abrantes deverão inscrever-se na USF para que lhes seja atribuído um médico de família. A Unidade de Saúde Familiar (USF) de Abrantes abriu as portas à população na segunda-feira, e vai ser inaugurada oficialmente esta sexta-feira, dia 3 de junho, às 12:30, com a presença anunciada do ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome