Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Agosto 5, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Ministro da Saúde concorda com PSD para busca de consensos em Santarém (c/video)

Na audição que decorreu na quarta-feira na Comissão de Saúde da Assembleia da República, os problemas com os cuidados de saúde hospitalares no distrito de Santarém marcaram a audição e terminou com o Ministro da Saúde a concordar com as propostas de buscas de consenso apresentadas pelo deputado do PSD Duarte Marques.

- Publicidade -

O deputado do PSD, Duarte Marques, defendeu na quarta-feira a necessidade de um consenso para reorganizar os cuidados de saúde hospitalares em Santarém, tendo defendido que o distrito tem “excesso de oferta hospitalar e escassez de cuidados de saúde”.

O deputado do PSD, natural de Mação e eleito por Santarém, disse ser “tempo de acabar com a demagogia em torno da saúde”, em reação a uma intervenção da deputada Idália Serrão (PS), que tinha referido que nada teria sido feito nos últimos quatro anos de governação PSD/CDS-PP (PAF).

- Publicidade -

Duarte Marques disse haver “demasiada demagogia em torno de um assunto tão relevante”, e que terá levado à “construção de tantos hospitais na região sem que isso correspondesse à satisfação das populações”.

O deputado do PSD lembrou que, relativamente ao Hospital de Santarém, “em setembro de 2015 foi garantido pela Administração que quer o financiamento quer os projetos estavam prontos para arrancar com as respetivas obras”, tendo afirmado “não perceber, por isso, o que terá acontecido ao longo destes seis meses”. (video: https://www.youtube.com/watch?v=4lzdCB58zzA&feature=youtu.be)

Já no que diz respeito ao Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT), Duarte Marques lembrou que o PSD apresentou um projeto de resolução que defende a reabertura da urgência médico-cirúrgica no hospital de Tomar, vontade partilhada pelo Governo e pelos restantes partidos, mas questionou o Ministro da Saúde sobre a “real intenção” do governo em resolver o assunto.

“Se o governo atual reduziu o orçamento do CHMT para 2016, se apesar dos concursos abertos para pessoal médico estes continuam a não chegar em número suficiente, como pensa o Governo ultrapassar estes dois impedimentos para abrir a urgência? Ou será que esta abertura da urgência médico cirúrgica é apenas propaganda?”, questionou.

Na resposta a estas questões colocadas por Duarte Marques, o Ministro da Saúde elogiou o “bom senso” do Deputado do PSD (ver  vídeo) e mostrou-se disponível para procurar um consenso com os partidos da oposição para corrigir os problemas dos cuidados de saúde hospitalares do distrito de Santarém.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome