Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Setembro 18, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Mergulhadores suspendem buscas para encontrar homem em Castelo do Bode, Abrantes

A equipa de mergulhadores dos bombeiros de Abrantes suspendeu às 20:30 as ações de busca por um homem que caiu no domingo à noite às águas da albufeira de Castelo do Bode, na zona de Abrantes, informou a Proteção Civil.

- Publicidade -

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém disse que as buscas, efetuadas ao longo de todo o dia na zona de Bairro Fundeiro, Aldeia do Mato, Abrantes, por quatro mergulhadores, “não tiveram sucessos e foram suspensas com o aproximar da noite”.

O comandante António Manuel disse ainda que os trabalhos serão retomados na terça-feira, “com equipa reforçada e buscas alargada às margens da albufeira, onde o corpo poderá aparecer preso à vegetação”.

- Publicidade -

O alerta do desaparecimento foi dado por amigos do desaparecido às 20:27 de domingo, 24 de julho, depois de o homem, 34 anos, não ter sido novamente avistado depois de mergulhar na água, de Bairro Fundeiro, próximo da praia fluvial de Aldeia do Mato, no concelho de Abrantes.

“O homem terá mergulhado ou caído de um barco, onde estaria com amigos na albufeira de Castelo do Bode, e já não regressou à superfície”, disse a mesma fonte.

Aquele local da albufeira terá uma “profundidade de entre 15 a 20 metros”, segundo os testes efetuados, ainda no domingo, pelos bombeiros.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome