Médio Tejo | Visitas a doentes internados nos hospitais do CHMT só ao domingo

Devido à covid-19, o Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT) decidiu restringir o número de dias por semana em que é possível fazer visita a doentes internados nos hospitais de Abrantes, Tomar e Torres Novas. Doravante, as mesmas são permitidas apenas ao domingo e durante um período máximo de 30 minutos.

PUB

Em comunicado, o Conselho de Administração do CHMT dá conta que “esta alteração surge devido ao aumento exponencial do número de casos de infeção por SARS-CoV-2 que se tem verificado nos últimos dias, associado ao número de óbitos”, e “considerando, ainda, que no distrito de Santarém nunca se verificou um número tão elevado de novos casos, verificando-se também surtos em hospitais localizados em áreas geográficas contíguas” ao CHMT.

Assim, desde quarta-feira, dia 28 de outubro, as visitas estão restritas a uma visita semanal por doente, ao domingo, com a duração máxima de 30 minutos.

PUB

Para além da alteração dos dias de visita mantêm-se ativas todas as regras estipuladas aquando do retorno das visitas aos doentes do CHMT. As visitas estão sujeitas a horário fixo, pré-definido consoante o quarto de internamento e o número da respetiva cama, nos seguintes horários:14h30, 15h30, 16h30 e 17h30.

Em comunicado, o CHMT dá conta que “só são permitidas visitas de maiores de 18 anos e os visitantes têm que cumprir com todas as normas de segurança e higienização em vigor”, nomeadamente cumprindo a higienização das mãos e a utilização de máscara cirúrgica, tendo feito notar que os visitantes “devem, a todo o tempo, garantir o distanciamento necessário com os doentes a visitar, de acordo com as instruções transmitidas pela equipa de saúde”.

PUB

Relativamente aos utentes que se encontram internados em quartos individuais, a visita poderá ser realizada entre as 14h30 e as 18h00, mantendo-se a duração máxima de 30 minutos por visita.

“Após o término de cada visita, o quarto será devidamente higienizado e arejado”, pode ler-se na mesma nota informativa, tendo o Conselho de Administração do CHMT afirmado reservar-se no direito para, “em caso de incumprimento das normas estabelecidas, suspender imediatamente o programa de retoma de visitas aos doentes internados”.

PUB
Mário Rui Fonseca
A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.
PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).