Médio Tejo tem seis praias com águas de “Qualidade de Ouro” para a época balnear

A região do Médio Tejo apresenta em 2019 oito praias com “Qualidade de Ouro” para a época balnear. Foto: DR

A região do Médio Tejo tem este ano seis praias fluviais com o selo “Qualidade de Ouro” da Quercus, estando dois destes paraísos naturais em Tomar (Alverangel e Montes), mais dois em Vila de Rei (Fernandaires e Zaboeira), um em Mação (Carvoeiro), e ainda um outro em Ferreira do Zêzere (Lago Azul).  A associação ambientalista Quercus atribuiu este ano a classificação “Qualidade de Ouro” a 390 praias portuguesas, menos seis do que em 2017, num total de 640.

PUB

As águas da praia de Alverangel, em Tomar, são de “Qualidade Ouro”, para a Quercus. Foto: DR

As praias identificadas pela Quercus com “Qualidade de Ouro” cumprem com os critérios de “qualidade da água excelente nas cinco últimas épocas balneares, de 2013 a 2017” e de “todas as análises realizadas, sem exceção, na última época balnear (de 2017) deverão apresentar valores inferiores a 100ufc/100ml para os Enterococos intestinaise, inferiores a 250ufc/100ml para a Escherichia coli e, para águas interiores, 200ufc/100mle 500ufc/100ml, respetivamente”.

Tomar | Praias fluviais de Alverangel (São Pedro) e Montes (Olalhas) com qualidade ouro vão ser potenciadas turísticamente

PUB

O vice-presidente da Câmara de Tomar, Hugo Cristóvão (PS), disse ao mediotejo.net que estas são duas praias com especial relevância uma vez que uma delas – Montes – vai receber no último fim de semana de junho o Campeonato Nacional de Wakeboard, existindo já uma cabana-bar naquele espaço e tendo sido adquirido um terreno para possibilitar o estacionamento no local.

“Estas duas praias têm a particularidade de serem praias com projetos em curso, sendo um complemento da oferta turística fluvial que existe em Tomar”, destacou ainda Hugo Cristóvão tendo observado que a distinção “de água com qualidade” também é interessante para que os turistas e os cidadãos locais tenham confiança na qualidade de água para as suas atividades de recreio.

Qualidade de Ouro para as águas da praia de Montes, em Tomar. Foto: DR

“Temos bons locais junto à Albufeira de Castelo de Bode que podem ser potenciados com equipamentos específicos. Temos a qualidade, temos as potencialidades, mas durante muito tempo não se investiu nisso. Queremos, em conjunto com as juntas de freguesia, vir a dotar, cada vez mais, estas zonas balneares de excelência com equipamentos que sejam mais da expectativa de quem vai ao encontro de uma praia fluvial e para que não encontrem uma praia fluvial selvagem. É isso que temos vindo a fazer e queremos continuar a fazer”, afirmou.

As águas da zona balnear do Lago Azul, em Ferreira do Zêzere, são de “Qualidade Ouro”, segundo avaliou a Quercus. Foto: DR

Ferreira do Zêzere: Lago Azul e rio Zêzere têm águas de elevada qualidade 

Para o presidente da Câmara de Ferreira do Zêzere, Jacinto Lopes, a contínua distinção do Lago Azul com a qualidade de Ouro da Quercus “é um motivo de orgulho. Mas tem que agradecer sobretudo à água do rio Zêzere, que se tem mantido elevada”, notou. “O município tem feito a sua parte”, reconheceu, “mas o cuidado com o rio é fundamental” para manter os elevados padrões de qualidade.

A praia recebe todos os verões bastantes visitantes e Ferreira do Zêzere tem apostado ainda em iniciativas como o wakeboard, para atrair mais curiosos e turistas. “É um sítio desviado um pouco da vila, mas numa zona líndíssima”, destacou.

As águas da Albufeira de Castelo do Bode asseguram qualidade e proporcionam espaços e recantos paradisíacos para um “à descoberta”. (Foto: DR)

Vila de Rei: Fernandaires e Zaboeira, paraísos que mantêm uma qualidade de ouro

Ricardo Aires, presidente da CM Vila de Rei, reagiu com agrado a esta distinção, que não é novidade para estas praias fluviais do concelho que assinala o centro geodésico de Portugal. Pelo 7º ano consecutivo, a praia fluvial de Fernandaires conquista o galardão, ao passo que a zona balnear da Zaboeira alcançou a classificação pelo 3º ano consecutivo.

Ainda assim, Ricardo Aires reconheceu ao mediotejo.net que há trabalho a fazer, principalmente em Zaboeira.

“Infelizmente, tínhamos um restaurante que fazia o complemento à praia da Zaboeira, mas neste momento está fechado”, observou, tendo feiro notar que a autarquia entende a necessidade de instalar uma infraestrutura como um bar de apoio no local e está “a estudar o caso”.

PUB
Águas de Zaboeira são de “Qualidade Ouro”. Foto: CM Vila de Rei

O autarca assumiu ainda que não será neste verão que se alcançará solução “porque é impossível”, mas mostrou-se “otimista” relativamente ao verão de 2019.

Quanto a Fernandaires, “já é um consolidação” mas a vontade de melhorar persiste: “vamos ter sempre de melhorar ano após ano”, disse, convicto, explicando que a estratégia passa por intervir “aos poucos”, mediante a disponibilidade financeira do município.

A Praia Fluvial de Fernandaires tem Qualidade de Ouro, de acordo com o galardão atribuído pela Quercus (Foto: CMVila de Rei)

Além das infraestruturas de água e luz instaladas, bar de apoio, wc, balneários, piscina flutuante e equipamento para prática de wakeboard, a autarquia mostra intenção de criar na praia fluvial de Fernandaires um parque de campismo que permita pernoitar, a fim de “as pessoas terem condições para lá ficarem vários dias”, adiantou o presidente de Câmara.

Praia fluvial de Carvoeiro é sinónimo de qualidade há 12 anos consecutivos. Foto: DR

Mação: Praia fluvial de Carvoeiro com água de Ouro e recordista de Bandeiras Azuis

A praia fluvial de Carvoeiro, no Mação profundo, é a recordista das Bandeiras Azuis no Médio Tejo, hasteando este ano aquele símbolo de qualidade pelo 12º ano consecutivo, acumulando a Bandeira Azul com a Qualidade de Ouro da Quercus.

“É motivo natural de satisfação na ressaca de um ano difícil em que a freguesia foi dizimada pelos incêndios”, disse ao mediotejo.net o presidente da Câmara de Mação. O reconhecimento da Qualidade de Ouro das águas da praia fluvial de Carvoeiro “é garante da qualidade das suas águas, e sinal da boa saúde da ribeira que a abastece, sem focos de poluição entre a nascente e a praia”, destacou Vasco Estrela.

“É um selo de garantia de qualidade importante para que as nossas gentes possam desfrutar de um espaço de qualidade e para que os turistas possam também visitar-nos e descobrir este e outros locais que temos para atividades lúdicas e de lazer”, referiu, relativamente a uma praia fluvial cuja estrutura é constituída por um paredão para contenção do caudal da ribeira, resultando num enorme espelho de água que contempla também uma piscina para crianças.

Praia fluvial do Carvoeiro, em Mação, é símbolo de qualidade máxima no Médio Tejo há 12 anos consecutivos.

Dispõe ainda de equipamentos complementares como os balneários públicos, um bar, Posto de Primeiros Socorros e uma zona coberta para refeições equipada com assadores.

Quercus atribuiu este ano a classificação “Qualidade de Ouro” a 390 praias portuguesas, menos seis do que em 2017, num total de 640.

“O concelho com maior número de praias com ‘Qualidade de Ouro’ é Albufeira com 22 praias, seguido de Almada com 17, Vila Nova de Gaia com 16, Vila do Bispo com 13, e Torres Vedras com 12”, revelou a Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza, em comunicado.

Das estâncias balneares classificadas este ano, “342 são praias costeiras, 39 são praias interiores e nove são de transição”, indicou a associação ambientalista Quercus, acrescentando que, “em comparação com 2017, há menos nove praias costeiras galardoadas, existem mais três praias interiores e igual número de transição”.

“Nos Açores foram distinguidas 39 praias (mais uma em relação a 2017), na Madeira foram distinguidas 19 praias (igual a 2017), e em Portugal continental 332 (menos sete do que em 2017)”, apurou a Quercus, explicando que a identificação das águas balneares classificadas como tendo “Qualidade de Ouro” é feita com base na informação pública oficial disponibilizada pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA), tendo “apenas em consideração as análises efetuadas nos laboratórios das diferentes Administrações Regionais Hidrográficas”.

“O objetivo da Quercus é realçar as praias que ao longo de vários anos (cinco, neste caso), apresentam sistematicamente uma água balnear de qualidade excelente (tendo em conta a classificação da legislação em vigor) e que, nesse sentido, oferecem assim uma maior fiabilidade no que respeita à qualidade da água”, afirmou a organização ambientalista, referindo que todos os municípios nacionais, com praias galardoadas, podem solicitar a impressão da respetiva bandeira “Praia com Qualidade de Ouro”.

PUB

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

PUB

2 COMENTÁRIOS

    • Bom dia. As zonas balneares qualificadas com Qualidade de Ouro são banhadas pelo rio Zêzere e Albufeira de Castelo do Bode. melhores cumprimentos

Responder a Mário Rui Fonseca Cancelar resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here