Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sexta-feira, Outubro 22, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Médio Tejo | Selo Escola SaudávelMente atribuído aos Agrupamentos de Mação, Alcanena e Templários (Tomar)

Os Agrupamentos de Escolas de Alcanena, Templários (Tomar) e de Mação foram distinguidos com o Selo Escola SaudávelMente – Boas Práticas em Saúde Psicológica, Sucesso Educativo e Inclusão” 2019-2021. Estes três estabelecimentos de ensino foram avaliados por um júri entre um universo de 267 candidaturas a nível nacional. Alcanena recebe a distinção pelo segundo ano consecutivo.

- Publicidade -

Esta distinção da Ordem dos Psicólogos Portugueses surge após avaliação de um júri (José Morgado, Leandro S. Almeida, Tânia Pires, Valter Dias da Silva e Sofia Ramalho), tendo sido entregue o certificado em sessão solene durante o VII Seminário Psicologia em Contexto Escolar, que teve lugar no dia 27 de Novembro, no Centro de Artes e Espetáculos da Figueira da Foz, numa organização conjunta da Direção Geral da Educação e Ordem dos Psicólogos Portugueses.

O Agrupamento de Escolas de Mação foi um dos três agrupamentos distinguidos na região. Foto: DR

- Publicidade -

A Ordem dos Psicólogos Portugueses (OPP) refere que a iniciativa foi de “sucesso”, sublinhando que “a promoção da Saúde Psicológica e do Sucesso Educativo é, no nosso entender, absolutamente crucial para o desenvolvimento das crianças e jovens e urge que mais e mais estabelecimentos de ensino se organizem no sentido de apostarem em políticas e práticas de intervenção nestas áreas”, lê-se em informação divulgada no site da OPP.

Na primeira edição, esta iniciativa recebeu mais de 250 candidaturas e distinguiu 99 escolas e agrupamentos de escolas portugueses, cujas políticas e práticas educativas demonstraram compromisso com a promoção do desenvolvimento, da aprendizagem, da inclusão e da saúde psicológica de toda a comunidade educativa.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome