Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Agosto 1, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Médio Tejo | PSD preocupado com transferência de verbas do CHMT para Hospital de Leiria

Os deputados do PSD eleitos por Santarém questionaram hoje o ministro da Saúde sobre as verbas a transferir do Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT) para o Hospital de Leiria, unidade que passou a receber utentes de Ourém.

- Publicidade -

Tendo destacado a “reivindicação compreensível e antiga da população” do concelho de Ourém, devido à maior proximidade geográfica de algumas freguesias em relação a Leiria, o PSD lembra ser necessário “assegurar que esta alteração não coloca em causa a prestação de cuidados aos restantes utentes e que o Ministério da Saúde garante as condições necessárias para compensar as consequências desta alteração” no CHMT, composto pelos hospitais de Abrantes, Tomar e Torres Novas.

“Um dos fatores que sempre impediram, de alguma forma, a referenciação das pessoas de Ourém para o Hospital Distrital de Leiria, foi o risco de insustentabilidade do CHMT provocado pela perda dos utentes de Ourém para Leiria e as devidas consequências, não só financeiras, mas também em matéria de garantia dos números de atos médicos suficientes para garantir a qualidade dos cuidados prestados”, pode ler-se na pergunta enviada ao Governo.

- Publicidade -

No documento, o PSD afirma “acreditar” que o número de utentes do concelho de Ourém que passou a utilizar o Hospital Distrital de Leiria em detrimento do CHMT, “tenha ficado muito aquém das expectativas” e questiona “qual a verba do contrato-programa do CHMT em 2016 e a verba prevista para 2017”, qual o “número de utentes do concelho de Ourém que passaram a ser atendidos no Hospital Distrital de Leiria”, se “houve perda de utentes no CHMT em 2016 desde a alteração na referenciação”, e “para quando está previsto o reforço do capital, e em que montante, do CHMT e do Hospital Distrital de Santarém, destinado a reduzir as dívidas a fornecedores”.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome