Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Sábado, Novembro 27, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Médio Tejo | Protesto Nacional pelo Mundo Rural marcado para Lisboa, a 5 de junho

As concentrações no Marquês de Pombal não estão reservadas apenas para os clubes de futebol e a 5 de junho será ali, no coração da capital, que se irão juntar pessoas vindas de todo o país, preocupadas com “outros futebóis”. Será um “Protesto Nacional pelo Mundo Rural”, com início às 14h00, seguindo-se uma marcha até à Assembleia da República.

- Publicidade -

Este protesto, esclarece a organização, visa mostrar “o descontentamento contra as políticas levadas a cabo pelo governo contra as atividades rurais e outras conexas, tais como a Agricultura, Tauromaquia, Pecuária, Caça, Tiro e Pesca, sendo certo que estas também têm sido vítimas de ataques e provocações por parte de partidos com agendas políticas animalistas e ambientalistas”, lê-se num comunicado enviado às redações.

Segundo a organização, este protesto “terá uma índole bastante diferente da concentração pelo Mundo Rural que teve lugar no Terreiro do Paço a 22 de novembro de 2019, pois será uma manifestação onde já constarão muitas mensagens reivindicativas, com forte componente política, com recurso a veículos, animais e som”.

- Publicidade -

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome