Médio Tejo | Ourém e Torres Novas tiveram pico mais acentuado de gripe na região

Ourém e Torres Novas tiveram pico mais acentuado de gripe da região

O Centro de Estudos e Avaliação em Saúde (CEFAR) da Associação Nacional das Farmácias (ANF) deu a conhecer esta quinta-feira, 23 de janeiro, o ponto de situação do período de gripe. No distrito de Santarém atingiu-se o grau 3 (moderado) no pico da gripe em Ourém (a 30 de dezembro), Torres Novas (a 1 de janeiro) e Almeirim (a 2 de janeiro), mas a média do distrito ficou-se pelo grau 2 (baixo).

PUB

Segundo nota de imprensa, a fase mais severa de contágios com o vírus da gripe ocorreu na semana da passagem do ano. O distrito de Santarém teve um pico de incidência baixo, mas Ourém e Torres Novas, no Médio Tejo, chegaram a um nível moderado.

Na região, também o distrito de Leiria atingiu um grau 3. Na maioria do território nacional, o surto epidémico foi de grau moderado (3 em 5), semelhante ao do ano passado, no qual se registaram 3.331 óbitos devido à doença.

PUB

“As farmácias atendem, em média, 520 mil pessoas por dia. A partir dos dados estatísticos relativos à procura de medicamentos e produtos de saúde para infeções respiratórias, conseguem antecipar a evolução da epidemia em duas semanas. O impacto da epidemia nas urgências hospitalares e nos cuidados primários só acontece mais tarde”, esclarece a mesma nota informativa.

“Esperamos ter contribuído para melhorar a planificação e diminuir o impacto da gripe nos serviços de saúde, assim como para reforçar as atitudes preventivas da população quando isso era mais necessário”, declarou António Teixeira Rodrigues, diretor do CEFAR.

“O objetivo das farmácias é colaborar com as autoridades de saúde nos grandes objetivos de Saúde Pública. No caso da gripe, o primeiro alerta só é possível a partir dos nossos sistemas de informação. O “Despertador das Farmácias” é para nós uma questão de responsabilidade e de compromisso”, conclui Humberto Martins, diretor para a área profissional da ANF.

A atividade gripal encontra-se a decrescer em todo o país.

PUB
PUB

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser), através do IBAN PT50001800034049703402024 (conta da Médio Tejo Edições) ou usar o MB Way, com o telefone 962 393 324.

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here