Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Sábado, Outubro 23, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Médio Tejo | Municípios da região premiados por serem amigos das famílias

Setenta municípios foram distinguidos este ano por adotarem políticas efetivas de apoio às famílias, uma distinção atribuída pelo Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis (OAFR). Vila de Rei e Torres Novas, na região do Médio Tejo, já recebem a “bandeira verde” há 10 anos, desde o início da sua atribuição, pelo que receberam um galardão especial.

- Publicidade -

No distrito de Santarém foram ainda distinguidas as câmaras de Abrantes, Coruche, Mação, Santarém, Sardoal e Tomar.

Este ano 2018, com 130 municípios, foi o ano com maior número de participantes no inquérito anual do Observatório e 70 deles foram distinguidos com a “bandeira verde” por práticas efetivas de apoio às famílias.

- Publicidade -

Sete das autarquias distinguidas já recebem a “bandeira verde” há 10 anos, desde o início da sua atribuição, pelo que este ano receberam um galardão especial. São eles os municípios de Angra do Heroísmo, Cantanhede, Torres Novas, Torres Vedras, Vila de Rei, Vila Real de Santo António e Vila Real.

De acordo com Isabel Paula Santos, responsável pelo Observatório, a distinção justifica-se porque estas Câmaras “foram absolutamente inovadoras quando iniciaram as práticas de apoio às famílias”, como “os tarifários familiares da água, os bancos de manuais escolares, os ATL gratuitos, as redes de transportes e outras iniciativas que, à época eram verdadeiramente pioneiras”.

Os distritos com maior número de autarquias distinguidas foram os de Lisboa (11), Coimbra (nove), Santarém (sete) e Aveiro (sete).

O inquérito do Observatório avalia iniciativas dos municípios em 12 áreas: o apoio prestado à maternidade e paternidade, o apoio às famílias com necessidades especiais, medidas de conciliação entre trabalho e família, serviços básicos, educação, habitação, transportes, saúde, cultura, desporto e tempo livre e participação social.

O Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis foi criado em 2008 pela Associação Portuguesa de Famílias Numerosas e tem como principais objetivos acompanhar, galardoar e divulgar as melhores práticas das autarquias portuguesas em matéria de responsabilidade familiar.

A cerimónia de entrega das bandeiras aos municípios premiados teve lugar em Coimbra.

C/LUSA

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome