Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Julho 31, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Médio Tejo: Mau tempo deixa marca na região*

As 62 ocorrências registadas desde as 12:00 até ao final da tarde de hoje, em todo o distrito, foram ao encontro das previsões dos especialistas e da Proteção Civil, tendo o CDOS de Santarém dado conta ao mediotejo.net que “não houve danos de maior nem feridos a registar”.

- Publicidade -

Segundo a mesma fonte, das 62 ocorrências, que tiveram um pico entre as 12:00 e as 14:00, há a registar a queda de 45 árvores, de 4 outdoors, 7 quedas de cabos elétricos, 2 desabamentos parciais de habitações mais antigas e ainda 4 inundações, sendo que o concelho de Tomar foi o que destacou em número de ocorrências.

“A maioria das situações ocorridas nas últimas horas diz respeito a quedas de árvores e de estruturas, como painéis, outdoors, algerozes das casas ou andaimes”, reforçou.

- Publicidade -

Em Tomar e na aldeia de Serra a força das águas fez saltar as bocas de esgoto que, a par de algerozes entupidos, levaram a inundações e a problemas na normal circulação automóvel.

Outra das razões que obrigou a acionar os serviços da proteção civil prende-se com a limpeza de vias, acrescentou a fonte do CDOS, explicando que a grande maioria destes problemas estão relacionados com os ventos fortes.

“Foram ventos muito fortes e com chuva muito intensa, sendo expectável que este fosse o panorama para o dia que se previa”, disse.

De acordo com as previsões meteorológicas, ao final do dia de hoje o tempo deverá melhorar, (período de acalmia) sendo de prever que o mau tempo (chuva e ventos fortes) regresse no domingo, a partir do meio da manhã.

C/LUSA

 

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome