Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Segunda-feira, Outubro 18, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Médio Tejo | Manobras com marionetas, ópera, areias, irmãos Grimm e Lobo Mau

A segunda edição do MANOBRAS – Festival Internacional de Marionetas e Formas Animadas continua esta semana e até ao próximo dia 31 as propostas do programa incluem diversos espetáculos na região. Esta semana, até domingo, dia 21, o festival passa por Tramagal, Abrantes, Alcanena e Tomar e leva consigo marionetas, ópera barroca, areias, os irmãos Grimm e o Lobo Mau.

- Publicidade -

Esta sexta-feira, dia 19, o Cine-Teatro Paraíso, em Tomar, recebe as marionetas e a ópera barroca que tornam as “Guerras de Alecrim e Mangerona”, d’Os Músicos do Tejo / S.A. Marionetas, inesquecíveis. O espetáculo é apresentado a partir das 21h00 neste concelho e ruma até Abrantes, onde as guerras se travam à mesma hora de domingo, dia 21, no quartel dos Bombeiros de Abrantes.

O programa regional desta semana do MANOBRAS – Festival Internacional de Marionetas e Formas Animadas – que abrange um total de 11 concelhos dentro e fora do Médio Tejo – fica completo com a apresentação do espetáculo “Areias” da companhia Imaginar do Gigante, a partir das 15h00 de sábado, no Cine-Teatro Paraíso, em Tomar.

- Publicidade -

Os irmãos Grimm viajaram até Alcanena na quinta-feira, dia 18, e subiram ao palco do Cine-Teatro São Pedro às 10h00, convidando o público a descobrir o seu universo literário através de uma experiência visual e sonora.

Ainda na quinta-feira, o “Lobo Mau”, produção da Red Cloud Teatro de Marionetas, apareceu às 10:30 na Sociedade Artística Tramagalense (SAT), em Tramagal, para mais um espetáculo previsto no programa.

Pangeia. Foto: Artemrede

O primeiro concelho a receber estes “visitantes” da iniciativa organizada pela Artemrede foi Abrantes, na terça-feira, dia 16, com “Pangeia – A partir dos Irmão Grimm”, de Tiago Cadete / Eira, e uma oficina associada ao espetáculo na Junta de Freguesia do Pego, às 10h00 e 14h30 de terça-feira, respetivamente.

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome