Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Outubro 21, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Médio Tejo | Mais quatro dias para trilhar os Caminhos da Pedra

Os Caminhos da Pedra andam pelo Médio Tejo e esta quinta-feira, dia 18, entram no segundo fim-de-semana prolongado. Depois de terem passado pelo Entroncamento e Tomar nas primeiras datas, 12 a 14 de outubro, os espetáculos dos últimos Caminhos de 2018 continuam nos concelhos de Ferreira do Zêzere e Sardoal e estreiam-se em Ourém, Torres Novas e Vila Nova da Barquinha. Vista-se a rigor para a caminhada, pegue no nosso “mapa” e boa viagem!

- Publicidade -

O fim-de-semana começa em Ourém, concelho que vai ser possível explorar através do percurso artístico “De Mapa na Mão”, da BURILAR, que tem ponto de encontro no Museu Municipal / Casa do Administrador às 14h00 dos dias 18 e 19 e às 11h00 dos dias 20 e 21. O programa também inclui o circo contemporâneo da companhia Erva Daninha com “SAVAR A.M.”, às 21h30 de dia 19 na Junta de Freguesia de Caxarias, o espetáculo “Marcha das Almas” resultante do projeto de comunidade “Voz à Solta”, às 18h00 de dia 20 na Praça Luís Kondor (Fátima), e o concerto de Cristina Branco, às 21h30 de dia 21 no Cineteatro Municipal de Ourém.

O concelho de Torres Novas também recebe os artistas dos Caminhos da Pedra nesta data e as propostas incluem teatro com a peça “Se eu vivesse tu morrias”, de Miguel Castro Caldas, apresentada às 21h30 no Teatro Virgínia O circo contemporâneo surge com o espetáculo SAVAR A.M., da companhia Erva Daninha, às 16h00 de dia 20 na Praça 5 de Outubro e a música com o concerto de Norberto lobo Trio, às 22h00 de dia 20 no Teatro Meia Via.

- Publicidade -

O espetáculo “Gigante”, da companhia espanhola La Pequeña Victoria Cen, passa por Ferreira do Zêzere e Vila Nova da Barquinha. Vídeo: La Pequeña Victoria Cen

No sábado e no domingo são dias para descobrir o percurso artístico criado por Francisco Goulão, “Andão mortos por sima dos vivos”, que pode ser percorrido a partir das das 10h30 e das 17h30 na zona ribeirinha (Lapas). Antes, a 19, o itinerário passa a abranger os concelhos de Ferreira do Zêzere, Sardoal e Vila Nova da Barquinha.

Ferreira do Zêzere recebe o circo contemporâneo “Gigante”, da companhia espanhola La Pequeña Victoria Cen, às 11h00 de sexta-feira na Escola Pedro Ferreiro, e o espetáculo teatral “Aurora”, da companhia Mandrágora, às 21h30 de sábado no Cineteatro Ivone Silva. Por sua vez, os caminhantes que optem pelo Sardoal passam pelo Centro Cultural Gil Vicente, onde a música de La Negra sobem ao palco às 21h30 de sexta-feira e a de Senza às 16h00 de domingo.

No concelho de Vila Nova da Barquinha, os espetáculos também estão concentrados num único local, o Largo 1º de Dezembro. É em frente ao Centro Cultural da Barquinha que se assiste ao circo contemporâneo “Gigante”, da companhia espanhola La Pequeña Victoria Cen, às 21h00 de dia 19, e se parte para as ruas da vila com os elementos do projeto de comunidade “Voz à Solta”, com direção artística de Rui Souza, no espetáculo “Marcha das Almas, às 18h00 de dia 21.

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome