- Publicidade -
Quinta-feira, Dezembro 9, 2021
- Publicidade -

Médio Tejo: Mais população com acesso a serviços on-line

Os munícipes de Constância têm à sua disposição uma nova plataforma on-line que lhes dá acesso a sete diferentes serviços, distribuídos pelas áreas das águas e saneamento, ambiente e saúde pública, educação e urbanismo, informou a autarquia.

- Publicidade -

Em nota de imprensa, a Câmara de Constância refere a nova plataforma, que entrou este mês em vigor, resulta de um projeto de modernização e simplificação administrativa que visa facilitar, agilizar e acelerar a interatividade entre os residentes e a Câmara Municipal.

“Gradualmente, em função das necessidades e expectativas dos munícipes e das empresas e do desenvolvimento da plataforma dos serviços on-line, serão disponibilizadas novas funcionalidades, como o acesso a informação sobre todos os serviços prestados e o acesso a novos formulários para submissão digital, a partir de qualquer computador ligado à Internet”, pode ler-se na mesma nota.

- Publicidade -

O município de Vila de Rei também já criou uma nova plataforma de serviços online, disponível através do seu website www.cm-viladerei.pt, no âmbito de uma candidatura conjunta com a Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIMT) e que visa facilitar e acelerar a interatividade entre os cidadãos e os serviços da Câmara Municipal.

Nas áreas de água e saneamento, os utilizadores deste serviço poderão já comunicar a leitura de contadores de água, apresentar uma desistência de consumo de água, bem como requerer um pedido de construção ou reparação de ramais de água e/ou saneamento.

É ainda possível, na área do urbanismo, solicitar pedidos de instalação de iluminação pública (bem como comunicar qualquer avaria), obter o documento comprovativo de nome de rua e número de polícia ou obter a certidão de isenção de autorização de utilização.

Está ainda disponível, a área de Cidadania, um serviço para que os utilizadores possam efetuar sugestões, participações, elogios ou quaisquer outros pedidos genéricos.

Se vive no concelho de Vila Nova da Barquinha, já pode comunicar a leitura do seu contador de água ou pedir o número de polícia on-line. Estes e outros serviços já estão disponíveis no portal do município, em www.cm-vnbarquinha.pt

Os serviços on-line permitem acesso à plataforma e às informações gerais disponibilizadas nas áreas de águas e saneamento, urbanismo, taxas e licenças, requerimentos on-line, bem como à consulta de informação sobre os seus processos.

Em nota de imprensa, a autarquia refere que, no início do próximo ano letivo, entrará em funcionamento a Plataforma de Educação, que permitirá aceder a diversas áreas, nomeadamente Refeições Escolares – Marcação e Desmarcação de Refeições e Prolongamento de Horário (PH).

Os utilizadores registados e validados pela autarquia terão acesso a dados pessoais, unidades inscritas, dados para pagamentos via multibanco ou homebanking, ementas escolares e comprovativos de pagamento. Para tal, os utilizadores só terão de introduzir as suas credenciais de acesso (elementos a disponibilizar no inicio do ano letivo), e aceder à sua área pessoal.

Gradualmente, segundo a mesma nota, e em função das necessidades dos cidadãos dos vários municípios do Médio Tejo e do desenvolvimento da plataforma de suporte, serão disponibilizadas outras funcionalidades, como o acesso a informação sobre todos os serviços prestados e o acesso a novos formulários para a submissão eletrónica, a partir de qualquer computador ligado à Internet. Serão também feitas melhorias à plataforma, quer em temos de design quer em termos de usabilidade.

Este projeto, em permanente atualização, é uma iniciativa da Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha no âmbito de uma candidatura conjunta da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIMT) com o objetivo de facilitar e acelerar a interatividade entre os cidadãos e os serviços da autarquia.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome