Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Segunda-feira, Outubro 18, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Médio Tejo | Jornadas do Património convidam municípios a “Partilhar Memórias”

As Jornadas Europeias do Património 2018, uma iniciativa coordenada pela Direção-Geral do Património Cultural, decorrem nos próximos dias 28, 29 e 30 de setembro, sob o tema “Partilhar Memórias”. Um pouco por toda a região os municípios aderiram à iniciativa, com programas culturais para todos os gostos.

- Publicidade -

As Jornadas Europeias do Património pretendem sensibilizar os cidadãos europeus para a importância da salvaguarda do Património, através da organização de atividades dirigidas ao público e relacionadas com o tema que é anualmente definido.

Torres Novas

- Publicidade -

Em Torres Novas o programa estende-se até 1 de outubro, com visitas ao museu e arquivo municipais, um festival de música, uma mostra artística e a apresentação de mais uma edição municipal.

Na sexta-feira, dia 28, pelas 10h30 há “Memórias partilhadas” no museu e arquivo municipais, envolvendo centros de dia e lares. Pelas 14h30, no pátio do museu municipal, o Festival Brass It faz uma apresentação para os alunos do 3º ano.

No sábado, dia 29, entre as 10h00 e as 18h00, há “Pó Suspenso”, uma mostra do Colectivo 249 “daquilo que nos sensibiliza enquanto comunidade”, refere nota de imprensa, a decorrer na Central do Caldeirão. Pelas 11h00 o Festival Brass It regressa a Torres Novas, desta vez com partilhas musicais no mercado municipal.

A 1 de outubro, segunda-feira, ainda integrado no programa, decorre pelas 10h30 o lançamento da edição municipal “Lapas, as grutas que não são grutas”, na Gruta das Lapas.

Ourém

Em Ourém as Jornadas vão ser marcadas com visitas gratuitas ao Museu e Vila Medieval e pelo lançamento de um livro sobre a cidade de Ourém.

No dia 28 o Arquivo Histórico Municipal e a Oficina do Património recebem, a partir das 10h00, o “Lançamento da Oficina Pedagógica: Nos Bastidores do Museu”. Aqui, os participantes vão ter a oportunidade de contactar com objetos e documentos relacionados com a elevação da Aldeia da Cruz a Vila Nova de Ourém, acontecimento que ocorreu a 25 de setembro de 1841 por alvará da Rainha D. Maria II.

Castelo de Ourém. Foto: DR

O Museu Municipal de Ourém oferece a oportunidade de conhecer ou compreender os métodos de pesquisa arqueológica, etnográfica ou documental e o percurso dos objetos desde a sua chegada à Oficina do Património, passando pela sua conservação e/ou restauro, até à exposição.

Entre o dia 28 e 30 de setembro vai decorrer também o “Dia Aberto no Museu” com visitas gratuitas à Casa do Administrador e visitas guiadas à Vila Medieval de Ourém, entre as 10h00 e as 18h00. Ambas as iniciativas são gratuitas, mas carecem de inscrição.

No dia 30 de setembro, pelas 15h00, decorre na Galeria da Vila Medieval de Ourém o lançamento do livro “Ourém – do Castelo à Cidade” da autoria de António Rodrigues Baptista, com entrada livre.

Vila de Rei

Em Vila de Rei o município organiza a iniciativa “As Tradições vêm ao Museu”.

A atividade, aberta a toda a população, vai ter lugar no Museu Municipal de Vila de Rei, entre as 09h30 e as 12h00 do dia 28 de setembro, e pretende juntar utentes das IPSS do concelho e todos os interessados para uma tertúlia onde todos os participantes terão a oportunidade de partilhar histórias, experiências e saberes. Os interessados devem realizar a sua inscrição até 26 de setembro.

Mação

Também o concelho de Mação assinala as Jornadas Europeias do Património com as “Tertúlia de Memórias: venha compartilhar as suas memórias connosco!” no Auditório do Centro Cultural Elvino Pereira, no dia 29 de setembro, pelas 15h00, numa organização da Câmara Municipal com o apoio do Museu de Arte Pré-Histórica de Mação, da Biblioteca Municipal e da Universidade Sénior de Mação.

Segundo a organização trata-se de uma partilha de memórias sobre as vivências do que era o concelho de Mação há 40/ 50 anos, as antigas profissões já extintas, mas também um olhar sobre o que podemos fazer com o futuro.

O auditório do Centro Cultural Elvino Pereira recebe também a iniciativa “À conversa com…prof. José Marques Valente’ para um Memorial da companhia de Caçadores 1550 (Guiné 1966-1968), dia 28 de setembro, às 21h00.

Passeio às gravuras do Ocreza dá a conhecer o círculo, o peixe e o cavalo paleolítico. Foto: mediotejo.net

Na freguesia de Envendos, as Jornadas Europeias do Património vão até ao Complexo Arqueológico do Vale do Ocreza. A iniciativa engloba um Percurso Pedestre com visita guiada às Gravuras Rupestres do Vale do Ocreza – partilha de conhecimento – no dia 30 de setembro, das 08h00 às 13h00, para um público adulto.

A organização é igualmente da Câmara Municipal com o apoio do Museu de Arte Pré-Histórica de Mação, da Biblioteca Municipal e da Universidade Sénior de Mação.

Abrantes

Em Abrantes decorre a iniciativa “Uma estação e um Museu”, no dia 27 de setembro, das 16h00 às 19h00, no âmbito das Jornadas do Património/Dia Mundial do Turismo, numa organização IP/IPP, CP e Câmara Municipal de Abrantes.

O encontro está marcado para as 16h00 na Estação Ferroviária de Abrantes (Rossio ao Sul do Tejo), às 16h30 decorre uma visita guiada à Estação Ferroviária de Abrantes e das 17h30 às 19h00 acontece outra visita guiada, desta vez ao Museu Metalúrgica Duarte Ferreira / Museu do Ano 2018, em Tramagal.

Museu MDF. Foto: DR

As inscrições encontra-se abertas através de Paula Azevedo: paula.azevedo@ippatrimonio.pt, ou SMS para o telemóvel 919 522 513, indicando nome, número de pessoas e atividades de interesse, e bilheteira e comboio. Os descontos oferecidos pela CP serão transmitidos aquando da inscrição. A aquisição de bilhetes de comboio com direito a desconto deverá efetuar-se nas bilheteiras das estações CP.

Sardoal

Também no âmbito das Jornadas Europeias do Património, o Convento de Santa Maria da Caridade acolhe a iniciativa ‘Memórias do povo do concelho de Sardoal’, nos dias 28, 29 e 30 de setembro, das 14h00 às 17h00, numa organização da Santa Casa da Misericórdia de Sardoal, para o público em geral.

Trata-se de uma exposição nos claustros do Convento de Santa Maria da Caridade sobre as memórias dos Utentes da Santa Casa da Misericórdia de Sardoal. Recordar os saberes que se transmitiam de geração em geração através de canções, provérbios, rimas e quadras. A entrada é livre com a possibilidade de visitar Igreja de Santa Maria da Caridade.

Tomar

O Convento de Cristo, em Tomar, promove sexta-feira à tarde uma visita ao monumento para seniores, seguida de um “Chá com memórias”, no arranque do programa das Jornadas Europeias do Património, este ano dedicadas ao tema “Partilhar Memórias”.

O programa, promovido em colaboração com o município tomarense e várias entidades do concelho, prossegue sábado com a sessão “A memória no ciclo de uma vida”, num convite à reflexão sobre a importância do papel da memória ao longo da vida, enquanto, no domingo de manhã, o Rancho Folclórico de Linhaceira recupera a memória dos trajes, danças e cantares de há um século.

Entre as iniciativas contam-se ainda, na sexta-feira, uma aula aberta no Laboratório de Conservação e Restauro de Materiais Pétreos, visita guiada e o ‘workshop’ “Tempo de Memórias”, estando agendadas para sábado a palestra “Partilhar Memórias do Convento de Cristo”, imagens comentadas pelo historiador Ernesto Jana, visita especial ao Castelo dos Templários e concerto no terreiro da igreja pela Banda Filarmónica Payalvense Manoel de Mattos.

No domingo haverá ainda animação e recriação histórica, com um “Acampamento medieval no Castelo dos Templários”, que integra demonstrações de esgrima, arco histórico e danças medievais, e uma visita guiada, afirma uma nota do município.

Por seu turno, a Câmara de Tomar dinamiza um programa que arranca quinta-feira com o lançamento do livro “Apresentação – Interpretação Patrimonial em Turismo”, de Luís Mota Figueira e João Pinto Coelho, no Moinho da Ordem, realizando na sexta-feira à tarde visitas guiadas às escavações arqueológicas do futuro Hotel República, à entrada da Praça da República. No sábado será lançado o livro “Cidades e territórios inteligentes, sustentáveis e inclusivos”, do arquiteto Jorge Mascarenhas, com apresentação de David Justino, seguido de uma visita à moagem “A Nabantina”.

O Complexo Cultural da Levada recebe a iniciativa. Foto: DR

Constância

No município de Constância as Jornadas Europeias do Património são marcadas com um passeio pedestre com degustação, intitulado “Azeite e Azeitona: um património milenar”, dia 29, sábado.

A concentração está marcada para as 09h00, no Posto de Turismo de Constância. O percurso tem 10 quilómetros, dificuldade média e uma duração de seis horas.

Alcanena

A atividade escolhida pelo município de Alcanena para integrara as Jornadas Europeias do Património é o espetáculo de audiowalk “Modos de Ver:_ _ _”, que tem lugar no dia 29 no âmbito da programação do 2º Manobras – Festival Internacional de Marionetas e Formas Animadas.

Trata-se de um Audiowalk concebido para os caminhos secretos de Alcanena. O projeto consiste em visitas realizadas em grupo a alguns dos mais emblemáticos lugares (e não-lugares) de qualquer cidade, guiadas por uma banda sonora original, concebida pela equipa do teatromosca. Estes percursos, criados a partir de visitas e conversas com habitantes de Alcanena, são desenhados e originam uma experiência diferente em cada espectador e em cada local apresentado.

A iniciativa, de entrada livre, limitada a 30 pessoas por sessão, conta com duas sessões, às 14h00h e às 18h30, aconselhando-se a utilização de roupa e calçado confortável, com ponto de partida no Cine-Teatro São Pedro, em Alcanena.

Barquinha

O município da Barquinha e a junta de Tancos levam a cabo dia 30, domingo, a atividade “Almourol conquista-te”. A iniciativa consiste em passeios fluviais grátis ao Castelo de Almourol, entre as 10h00 e as 12h00 e as 14h30 e as 18h00.

Castelo de Almourol. Foto. DR

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome