- Publicidade -
Terça-feira, Dezembro 7, 2021
- Publicidade -

Médio Tejo | Há três novos itinerários na região dos Caminhos de Fátima

A Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIMT) adjudicou à UPSTREAM Portugal o projeto “Caminhos de Fátima do Médio Tejo”, que inclui três novos itinerários na sub-região. Em nota de imprensa, a empresa de consultoria e promoção turística destaca que “o projeto promete o desenvolvimento e sinalização de novas variantes de acesso a Fátima profundamente enraizadas na tradição e património Marianos na região”.

- Publicidade -

O projeto engloba uma extensão de cerca de 200 quilómetros e vai estruturar três novos itinerários até Fátima, a partir de Tomar, da Beira Interior e do Alto Alentejo. Os caminhos encontram-se “em diferentes fases de desenvolvimento e consolidação”, pode ler-se na mesma nota informativa.

Fátima é uma atração turística incontornável do Médio Tejo e do Centro de Portugal, refere a empresa. “De todo o Mundo, milhões de viajantes partem anualmente até ao Santuário movidos pela sua fé e espiritualidade, mas também para conhecer um destino rico em tradições e recursos patrimoniais e naturais”, refere Catherine de Freitas, CEO da Upstream, citada na nota.

- Publicidade -

“Com a duração de cinco meses, este projeto implica o respetivo levantamento cartográfico e digital prévio dos percursos – que incidem sobre os 13 Concelhos englobados na CIM Médio Tejo (Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Sertã, Tomar, Torres Novas, Vila de Rei, Vila Nova da Barquinha) –, dos pontos de interesse turístico e religioso, dos recursos de apoio aos viajantes e dos conteúdos para comunicação”, conclui.

O Projeto Caminhos de Fátima no Médio Tejo conta com o apoio do Turismo Centro de Portugal e está a ser desenvolvido em parceria com o Centro Nacional de Cultura, entidade que tem a marca “Caminhos de Fátima” e estabeleceu uma parceria com vários municípios e o Santuário de Fátima para melhor marcação e segurança destes trajetos.

Neste momento a Upstream está no terreno a fazer a georreferenciação dos pontos de interesse para quem visita o território, prosseguindo depois com ações de melhoria, eventos, comunicação e estruturação de programas turísticos para promoção destes itinerários religioso-culturais, conclui a mesma informação.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome