Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Terça-feira, Outubro 26, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Médio Tejo | Fim-de-semana prolongado com iniciativas que não cabem no trenó

O Pai Natal vai ter de pedir a mala emprestada à Mary Poppins no fim-de-semana prolongado que se aproxima pois as iniciativas associadas à quadra festiva que se realizam no Médio Tejo entre 8 e 10 de dezembro não cabem no trenó. São três dias intensos em que a “cultura natalícia” se junta às decorações das ruas e que decidimos compilar para que aproveite todos os presentes da região até domingo.

- Publicidade -

O feriado dedicado à Imaculada Conceição dá o mote para o arranque de iniciativas em diversos concelhos. A partir das 11h00, os mais novos podem começar “A Viagem Encantada” na Aldeia Cogumelo da Floresta Encantada, criada na Praça Central (piso 0) do Centro Comercial TorreShopping, onde são envolvidos num conto de fadas e se encontram com o Pai Natal acompanhado pelos traquinas Rielfons e a Fada Íris.

- Publicidade -

Entre as sessões das 11h00 e das 14h00 há tempo para ir até à Praça do Peixe, em Torres Novas, e assistir à hora do conto que começa às 11h30, podendo regressar mais tarde para a animação “O consultório do Dr. Osório”, pelas 15h00, e o espetáculo “A Verdadeira História do Lobo Mau”, pelas 17h30. Quem preferir seguir o senhor barbudo vestido de vermelho até ao Centro Cultural do Entroncamento irá encontrar o “Natal da Pequenada” que promete uma tarde animada a partir das 15h00 com ateliers, histórias, pinturas faciais e insufláveis.

Neste dia, os mais velhos podem optar por um programa que inclui a oficina de produção de sabonetes artesanais, às 16h00 na Praça do Peixe (Torres Novas), e diversos espetáculos. Em Tomar a primeira sugestão natalícia é o “Natal para miúdos e graúdos”, na Praça da República e Centro Histórico, com as atuações do Rancho Folclórico “Os Canteiros” da Pedreira, às 15h00, e do Quinteto de Metais da Sociedade Filarmónica Gualdim Pais, às 16h00.

Uma hora mais tarde, pelas 17h00, a Associação Canto Firme que recebe na sua sede o concerto da Orquestra Suzuki do Conservatório Regional de Setúbal, com participação especial da Orquestra Suzuki “Firminhos” da Canto Firme, no concerto que integra a programação do “Cantar Natal 2017”. A entrada para o fim-de-semana prepara-se no concelho de Abrantes ao som das concertinas do grupo Danças Ocultas e dos instrumentos musicais da Orquestra Filarmonia das Beiras, que se juntam no Cineteatro S. Pedro a partir das 21h30 no “Bravo Abrantes”.

As iniciativas de sábado têm início na Praça Salgueiro Maia do Entroncamento com o “Viver o Comércio: Especial Natal”, onde o espírito do Natal inspira os mais pequenos nos ateliers criativos, nas ilustrações de desenhos e da carta para o Pai Natal (que vai andar por perto!) e nos insufláveis a partir das 10h30. As atividades na Praça do Peixe, em Torres Novas, começam meia-hora mais tarde com uma hora do conto, seguida pela visita à cidade com os Teleduendes marcada para as 11h30.

A essa hora, as crianças do concelho de Tomar (e as da região que se queiram juntar a elas) já estão na Biblioteca Municipal Dr. António Cartaxo da Fonseca a ouvir a história “A oficina do Pai Natal” e a participar no workshop de Natal durante a sessão marcada para as 11h00. A tarde arranca com mais atividades infantis na Praça do Peixe, em Torres Novas, que recebe a pequenada com a oficina “Brincaki”, às 14h30, o espetáculo “Dançar com o Panda”, às 15h30, a animação “Xmas Walk”, às 16h00, e o espetáculo “Master Chefe – O Peru de Natal”, às 17h30.

O programa para os mais velhos começou entretanto no Espaço Cá da Terra do Sardoal, pelas 14h30, onde se realiza o workshop de velas artesanais com cera de abelha natural que podem decorar a mesa da Consoada. Por Tomar surgem novas propostas do “Natal para miúdos e graúdos”, na Praça da República e Centro Histórico, com a atuação do Rancho Folclórico “Os Camponeses” de Peralva, às 15h00, e do Rancho Folclórico “Os Camponeses” de Minjoelho, às 16h00.

O dia pode terminar no “Jantar de Natal Dançante” que começa às 20h00 no Clube Instrução e Recreio, em Moita do Norte (Vila Nova da Barquinha), no qual o espírito natalício se junta na ementa às sugestões do chef e à música da banda “Klássikus”. Os que preferirem ficar sentados a descansar depois de tanta iniciativa têm como alternativa o concerto do Coro Essence Voices a partir das 21h00 na Igreja de Santa Maria dos Olivais, em Tomar, sugerido pelo “Cantar Natal 2017”.

O último dia do fim-de-semana prolongado é mais calmo, mas o trenó do Pai Natal não terá descanso e começa por levar o “Aqui Há Natal” até às famílias na Praça do Peixe, em Torres Novas. As atividades começam com o espetáculo “Master Chefe – O Peru de Natal”, às 11h30, e prolongam-se pelo dia com a atuação dos alunos da escola “O Corpo da Dança”, às 15h30, a animação “O consultório do Dr. Osório”, às 16h00, e o espetáculo “A Verdadeira História do Lobo Mau”, às 17h30.

O espírito natalício também vai andar pelo concelho de Constância com o “Mercadinho de Natal” organizado pela União Jazz Malpiquense. As sugestões apresentadas para as prendas foram criadas por artesãos locais e podem ser conhecidas a partir das 14h00. Uma vez escolhidos os presentes, ruma-se até Abrantes ou Alcanena, onde as iniciativas têm início às 16h00.

Pode optar pelo concerto do Coro Misto do Orfeão de Abrantes na Igreja do Sr. dos Aflitos em Carvalhal (Abrantes) ou pelo espetáculo de teatro “Orfanato dos Sonhos”, levado a cena pelo Grupo de Teatro Boca de Cena, no Cine-Teatro São Pedro (Alcanena). Caso prefira passar por Tomar, a Associação Canto Firme continua a programação do “Cantar Natal 2017” ao receber na sua sede o grupo “The BellsBrass Ensemble”, a partir das 18h00.

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome