Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Terça-feira, Agosto 3, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Médio Tejo | E os municípios mais transparentes são…

Entre os 13 municípios do Médio Tejo, Torres Novas é o melhor classificado no ranking de transparência municipal elaborado pela Transparência e Integridade Associação Cívica (TIAC) e referente a 2015.

- Publicidade -

O estudo mede o grau de transparência das Câmaras Municipais através de uma análise da informação disponibilizada aos cidadãos nos seus websites, segundo 76 indicadores, agrupados em sete áreas. Os indicadores analisados referem-se à informação sobre a organização, composição social e funcionamento do município, planos e relatórios, impostos, taxas, tarifas, preços e regulamentos, relação com a sociedade, contratação pública, transparência económico-financeira e transparência na área do urbanismo.

A nível nacional e no que respeita ao Médio Tejo, o município de Torres Novas ocupa a 6ª posição, seguido por Vila de Rei em 17° e Abrantes em 30°. No fundo da tabela na nossa região posicionam-se Tomar, Sardoal, Vila Nova da Barquinha e Sertã.

- Publicidade -

Uma conclusão que se pode tirar é que há ainda muito a melhorar no que respeita a transparência dos municípios nomeadamente no domínio económico-financeiro. Apesar de tudo a TIAC reconhece que hoje em dia os municípios são mais transparentes do que há três anos quando estes estudos começaram a ser feitos. Outro dado a reter é que as câmaras maiores não têm necessariamente maior transparência.

Índice de transparência municipal na região do Médio Tejo – 2015

Municípios ITM Posição a nível nacional
1 Torres Novas 85,03 6
2 Vila de Rei 77,61 17
3 Abrantes 68,95 30
4 Entroncamento 67,72 33
5 Constância 56,18 72
6 Ferreira do Zêzere 56,04 75
7 Mação 47,53 114
8 Ourém 43,13 140
9 Alcanena 42,72 142
10 Tomar 41,34 147
11 Sardoal 40,93 152
12 Vila Nova da Barquinha 35,30 207
13 Sertã 31,04 246

Fonte: Transparência e Integridade Associação Cívica (TIAC)

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

2 COMENTÁRIOS

  1. Gosto particularmente da factura da água, que quando passou para a águas do Ribatejo ganhou uma nova taxa “contas a terceiros” que só fez aumentar em cerca de 50% o valor da factura.
    E o facto de não terem aplicado redução de IMI as famílias com 3 e mais filhos?! Brutal!!! Os meus parabéns!!!
    Para o ano podem contar com o meu voto…

  2. Sobre a avaliação que é feita relativamente à transparência das autarquias a nível do distrito, desejo deixar aqui a minha opinião.
    Encontro-me a viver à cerca de dois anos no Concelho de Ferreira do Zêzere, e por aquilo que tenho verificado no comportamento concreto da Câmara Municipal e Assembleia Municipal, acho estranho que este Concelho se encontre em 6º lugar na tabela.
    Digo mais, se uma Câmara Municipal se dá ao luxo de falsificar as atas das reuniões públicas; se uma Assembleia Municipal trata a População como se esta fosse qualquer coisa, é estranho que seja qualificada em 6º lugar.
    Ou este tipo de avaliações são feitas para inglês ver, ou então, os responsáveis por essa avaliação, deveriam repensar nos critérios que utilizam.

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome