Quarta-feira, Março 3, 2021
- Publicidade -

Médio Tejo | Dia da Criança vem a caminho e traz festa(s)!

O Dia Mundial da Criança comemora-se a 1 de junho e a festa abrange tanto os dias anteriores, como os que lhe sucedem. Partilhamos as iniciativas que se realizam no Médio Tejo, criadas a pensar nos sorrisos dos pequenos seres que transbordam de energia e têm a capacidade de nos recordar o lado simples da vida.

- Publicidade -

- Publicidade -

O programa infantil começou esta segunda-feira, dia 29, em Ourém com a Festa da Criança no Centro de Negócios, no Cineteatro Municipal, no Espaço Jovem e no Parque da Cidade António Teixeira. Os espaços recebem até dia 31 mais de três mil alunos do ensino pré-escolar e 1º ciclo do ensino básico com ações de prevenção, segurança e ambiente, teatro, insufláveis e animação sob o tema “As profissões e o empreendedorismo na infância”.

No dia 1 de junho as iniciativas duram todo o dia e começam às 9h00 na Alameda da Carvalha e no Jardim da Cerrada, na Sertã. Os locais transformam-se em parques de diversão para quase mil alunos do concelho com insufláveis, karts, canoagem, pintura de telas, ateliers de origami, modelagem de barro, pinturas faciais, animação e música. As atividades duram até às 17h00, com pausa para almoço entre as 13h00 e as 13h30.

- Publicidade -

Os Descobrimentos Portugueses também são recordados por mais de dois mil alunos do concelho de Tomar no desfile temático que tem início às 10h30 na Escola D. Nuno Álvares Pereira e termina na Mata dos Sete Montes, com passagem na Praça da República. A aventura infantil digna de epopeia continua às 15h00 com a largada de embarcações na Ponte do Mouchão e a regata no Rio Nabão.

A descoberta passa dos mares para a fantasia com a abertura do Kuri Kuri no parque ribeirinho de Vila Nova da Barquinha. O festival que traz “Um Mundo de Fantasia” para pais e filhos começa às 11h00 e o rio Tejo volta a ter a companhia dos insufláveis, pinturas faciais e outras atividades a que se juntam este ano novodades como os kuri kuri boats. Os seres imaginários mantêm-se pelo parque nos dias 3 e 4 com o mesmo horário (11h00 às 20h00 com hora de almoço entre as 13h00 e as 14h00).

O mimo dos avós é fundamental e quando esse vem acompanhado por música sabe ainda melhor. As crianças do concelho do Entroncamento ambos no Pavilhão Desportivo Municipal, a partir das 10h00, com o “Avô Cantigas – o Super Avô”. Depois de almoço, os alunos do quarto ano do 1º ciclo do ensino básico (escolas públicas) partem à descoberta do Museu Nacional Ferroviário durante o “Traincatcher – peddypaper no Museu”. O espaço abre as portas gratuitamente entre as 13h00 e as 18h00 para menores de 18 anos, que terão à sua espera o “Mini-comboio Presidencial”.

Por estas paragens, o dia também é assinalado na Escola Profissional Gustave Eiffel com duas oficinas criativas dedicadas aos “Brinquedos Autómatos” e integradas na segunda edição da iniciativa “E=MC², Eiffel= Movimento com Ciência e Criatividade”. As oficinas dirigidas a crianças até aos nove anos realizam-se no Campus Escolar (Ateliê de Desenho Técnico) às 15h00 e às 17h30.

Em Constância, a festa foi pensada para os alunos do pré-escolar e do 1º ciclo do ensino básico do concelho e faz-se no Campo de Futebol Municipal localizado em Montalvo. O verde do campo de jogos ganha outras cores com as brincadeiras e animação que aguardam mais de três centenas de crianças. Os sorrisos surgem, igualmente, em Ferreira do Zêzere, onde o cartaz das Festas do Concelho dedica o dia aos mais novos com insufláveis e outras atividades.

O mote “Mação no Coração” inspira as comemorações com os alunos jardins-de-infância e do 1º ciclo do ensino básico neste concelho. A animação no Jardim do Calvário começa às 10h00 e inclui uma gincana, a pintura de um mural e um almoço oferecido pelo município.

A essência do Dia da Criança abrange as atividades do fim-de-semana, muitas dando continuidade a iniciativas que se realizam durante o resto do ano. Um exemplo é a iniciativa realizada no Entroncamento durante a manhã de sábado. O concelho não é atravessado por rios, mas isso não gera problemas na imaginação infantil e os pequenos marinheiros atracam na Praça Salgueiro Maia a partir das 10h00 para construir barquinhos de papel e ilustrar desenhos durante um atelier infantil.

Outro é a primeira proposta de domingo, que surge no Parque Ambiental de Santa Margarida, em Constância, convidando a começar o dia em família numa das aulas de yoga que ali se realizam nos primeiros domingos do mês até outubro. O momento para crianças entre os 3 e os 12 anos tem início às 9h00 e é orientado por Cátia Campos.

Com a mesma periodicidade realiza-se a iniciativa “Abrem-se as portas” na Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes, em Torres Novas, e que no dia 4 motiva uma nova saída em família. Uma vez lá dentro, as crianças divertem-se com as personagens dos livros e os adultos descobrem o Arquivo Municipal a partir das 10h30.

A data inclui duas atividades organizadas no âmbito das comemorações do Dia Mundial da Criança e a primeira é ideal para os “cabeças no ar” com a realização do Festival de Papagaios no Castelo/Fortaleza de Abrantes. O desafio começa às 10h00 com a criação dos papagaios pelos participantes, seguida dos lançamentos. Mais tarde, pelas 16h00, há teatro na aldeia de Cem Soldos, em Tomar, e a XXI Mostra de Teatro despede-se com a peça infantil “Os piores Contos do Mundo, contados por Rodolfo Castro, o Pior Contador de Histórias do Mundo”.

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).