Médio Tejo | CIM do Médio Tejo aprova orçamento de 6,6 M€ para 2017

Foto de arquivo: mediotejo.net

A Assembleia Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo aprovou esta segunda-feira, dia 28, as Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2017. O investimento previsto nos 13 concelhos situa-se nos 6,6 milhões de euros e divide-se em áreas como turismo, saúde, educação, empreendedorismo, inclusão social, mobilidade, urbanismo, eficiência energética, território e modernização administrativa.

PUB
PUB

A Assembleia Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIM do Médio Tejo) reuniu-se pela segunda vez este ano na sede da CIM do Médio Tejo, em Tomar. Os 32 deputados presentes, de um total de 37, deste órgão deliberativo constituído por elementos das assembleias municipais dos 13 concelhos da região, aprovaram por maioria as Opções do Plano e Orçamento para 2017 (quatro abstenções da CDU e uma abstenção do CDS-PP).

Os 14 projetos apresentam um investimento global de 6,6 milhões de euros distribuído por áreas como turismo, saúde, educação, empreendedorismo, inclusão social, mobilidade, urbanismo, eficiência energética, território e modernização administrativa. Metade do valor (3.100,00€) será aplicado na área da regeneração e reabilitação urbana, segundo-se a segurança e saúde no trabalho (1.590,00€) e a gestão territorial (1.561.480€).

PUB

As atividades integradas nestes projetos são variadas, salientando-se no primeiro uma articulação regional através do Fundo de Investimento Imobiliário, no segundo ações de prevenção dos riscos e doenças profissionais dos trabalhadores municipais e no terceiro o desenvolvimento de planos intermunicipais de ordenamento do território, ampliação e modernização da rede de vigilância de incêndios florestais, ou a gestão integrada das redes de abastecimento de água e saneamento de águas residuais.

A modernização administrativa dos organismos públicos, a afirmação do território e a promoção da eficiência energética seguem-se na lista dos investimentos previstos para 2017, aos quais são atribuídas verbas situadas entre os 750.000€ e os 900.000€.

PUB

Nestas áreas salientam-se a criação de plataformas que integrem e partilhem serviços nas áreas de compras públicas, serviços jurídicos e ordenamento do território, assim como o desenvolvimento de uma rede de itinerância dos projetos e eventos culturais, a promoção turística com incidência nos vertentes ativa (wakeboard), religiosa e cultural e a colocação de iluminação eficiente (LED) em equipamentos municipais e espaços públicos.

Os investimentos previstos na inclusão social e na educação superam meio milhão de euros (cada), estando o primeiro projeto centrado em ações dirigidas ao combate à pobreza, ao desemprego e à exclusão social. O segundo integra a criação do PEDIME – Plano Estratégico de Desenvolvimento Intermunicipal da Educação, um programa dirigido a alunos com necessidades educativas especiais e a continuidade dos rastreios de visão e audição aos alunos do ensino pré-escolar.

Entre os restantes projetos encontra-se o ligado à mobilidade, com o alargamento do Transporte a Pedido, para além dos já servidos por este projeto de mobilidade, aos concelhos de Alcanena, Constância, Ferreira do Zêzere, Sertã, Torres Novas e Vila de Rei. O concelho do Entroncamento não é contemplado devido à densidade populacional e à atual oferta de transporte coletivo.

A saúde também está englobada no orçamento aprovado com a aquisição de 13 viaturas ligeiras para cuidados de saúde (Unidades Móveis de Saúde) no território do Médio Tejo e ao empreendedorismo com a criação de uma Rede Regional de Empreendedorismo do Médio Tejo e a continuidade das ações de sensibilização e estímulo junto da comunidade escolar.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here