PUB

Médio Tejo | CIM avança com projeto de sinalética para Caminhos de Fátima

A Comunidade Intermunicipal (CIM) do Médio Tejo anunciou que vai avançar com um projeto de sinalética dos Caminhos de Fátima na região, nomeadamente através da implementação de percursos e trabalhos de intervenção e sinalização no terreno.

PUB

Em comunicado, a CIM Médio Tejo refere que Fátima é “uma das principais atrações turísticas do Médio Tejo” e que “muitos partem até ao Santuário movidos pela sua fé e religiosidade, mas também para conhecer um espaço que é dos principais pontos turísticos” da região centro do país.

Para esta CIM, Fátima tem sido um “ponto fundamental no trabalho levado a cabo no âmbito da afirmação territorial do Médio Tejo, tendo já projetos estruturados e firmados para a sua dinamização turística, cultural, mas também religiosa”.

PUB

Neste sentido, a CIM do Médio Tejo tem estabelecido reuniões com o Centro Nacional de Cultura (CNC), entidade que coordena os Caminhos de Fátima a nível nacional, que tutela a marca, o seu enquadramento e a sua marcação pelo território nacional, de modo a avançar com um projeto de sinalética dos Caminhos de Fátima no território, tendo no último Conselho Intermunicipal sido aprovada a minuta de protocolo a celebrar entre a CIM do Médio Tejo e o Centro Nacional de Cultura.

Através deste protocolo, esta CIM “compromete-se a colaborar no projeto Caminhos de Fátima no Médio Tejo, nomeadamente, através da implementação de percursos, realizando os trabalhos de intervenção e sinalização no terreno, fazendo a gestão corrente da sua manutenção e promovendo a sua valorização, em parceria com os municípios envolvidos”.

PUB

A CIM do Médio Tejo lembra ainda que, em conjunto com os municípios abrangidos, já implementou a marcação do Caminho de Santiago no seu território, o qual abrange os concelhos de Vila Nova da Barquinha, Tomar e Ferreira do Zêzere, pretendendo assim que a proposta de traçados a apresentar possa ser complementar com os itinerários do Caminho de Santiago.

Os Caminhos de Fátima, identificados e desenvolvidos pelo Centro Nacional de Cultura desde 1996, são uma rede de itinerários religiosos e culturais que partem de diferentes locais e terminam no Santuário de Fátima. O objetivo é o de proporcionar a quem os percorre uma verdadeira “espiritualidade”, em ligação com a natureza e as vivências religiosas e culturais.

Estes caminhos têm o objetivo de criar condições seguras e aprazíveis para peregrinos e caminhantes que se dirigem ao Santuário de Fátima, evitando as estradas com grande circulação automóvel. São itinerários que percorrem territórios variados, com grande interesse cultural e paisagístico, e articulam-se com outros itinerários de âmbito nacional e internacional.

Desenvolvidos pelo Centro Nacional de Cultura, os caminhos já existentes estão disponíveis no site www.caminhosdefatima.org. Para breve, a CIM do Médio Tejo conta divulgar os novos traçados previstos para a região de modo a dar continuidade ao trabalho de afirmação turística de Fátima.

PUB
PUB
Mário Rui Fonseca
A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).