- Publicidade -
Domingo, Dezembro 5, 2021
- Publicidade -

Médio Tejo | Centros de Saúde retomam consultas e tratamentos a partir desta segunda-feira

Após mais de um mês com o seu funcionamento limitado pelo combate à pandemia de Covid-19, o Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Médio Tejo vai reorganizar, a partir desta segunda-feira, 4 de maio, alguns dos serviços de prestação de cuidados de saúde, através das várias unidades funcionais deste ACES.

- Publicidade -

- Publicidade -

Em declarações ao mediotejo.net, a diretora executiva do ACES Médio Tejo, Diana Leiria, deu conta que este Agrupamento de Centros de Saúde irá “retomar de forma gradual a atividade habitual, com o agendamento de algumas consultas e intervenções”, tendo feito notar que o ACES Médio Tejo vai “dar continuidade a algumas soluções privilegiadas durante o período de emergência, como é o exemplo dos contactos telefónicos e via email com os utentes, para esclarecimentos de dúvidas, aconselhamento ou renovação de receituário”, por exemplo.

“Paralelamente, iremos manter as atuais respostas direcionadas aos casos de doença ou suspeita de COVID-19 com eventuais adaptações conforme a evolução da pandemia”, notou.

- Publicidade -

“Tal como o fez durante o estado de emergência, o ACES Médio Tejo vai seguir as decisões, normas e orientações emanados pelo Ministério da Saúde/ARSLVT e pela Direção-Geral da Saúde e assim reorganizar a sua oferta de cuidados, sempre com base no princípio de que nenhum utente fique sem resposta dos Cuidados de Saúde Primários”, observou Diana Leiria, tendo feito notar que os serviços nunca estiveram parados.

“Durante o período de emergência mantivemos todas as consultas de doença aguda que requeriam observação presencial, bem como todos os tratamentos e administração de medicamentos. Mantivemos igualmente todas as consultas e atendimentos presenciais programados inadiáveis, como por exemplo a vacinação, as consultas de vigilância de gravidez, de saúde infantil, a dispensa de contracetivos, bem como as consultas de vigilância de doença crónica para doentes cuja situação clínica estava descompensada, ou ainda qualquer outra situação cuja avaliação médica e/ou de enfermagem exigisse a observação presencial”, afirmou.

Questionada sobre se já foram efetuados testes à covid-19 aos profissionais de saúde do ACES Médio Tejo, a responsável disse os funcionários do agrupamento que pretendem realizar o teste para a COVID-19 de forma preventiva poderão vir a fazê-lo no âmbito de uma parceria com o Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT).

Diana Leiria salientou que o ACES Médio Tejo está ainda empenhado num projeto do Ministério do Trabalho e Segurança Social, que ao nível regional tem sido coordenado pela Segurança Social, pela Proteção Civil e pelas Comunidades Intermunicipais, e que consiste em “testar todos os funcionários das Estruturas Residenciais para Idosos”, sendo o contributo do ACES o de realizar todas as colheitas, de acordo com o planeamento da Segurança Social e da Comunidade Intermunicipal.

O ACES Médio Tejo tem 2.706 quilómetros quadrados e abrange 11 municípios com cerca de 228 mil utentes/frequentadores. Tem 10 Unidades de Cuidados de Saúde Personalizados, 8 Unidades de Saúde Familiares e 7 Unidades de Cuidados na Comunidade. No total, o ACES Médio Tejo tem 100 locais de atendimento, cerca de 228.000 utentes, 115 médicos (incluídos 5 médicos de saúde pública) e 188 enfermeiros.

O ACES Médio Tejo é composto pelos municípios de Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Tomar, Torres Novas e Vila Nova da Barquinha.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome