Médio Tejo | Ainda há muitos Caminhos da Água para trilhar

O projeto Caminhos - Programação Cultural em Rede no Médio Tejo, da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, vai estender-se a 2020. Foto arquivo: Frederico Borges

O primeiro fim-de-semana dos Caminhos da Água já lá vai, mas ainda existem muitas razões para se “meter a caminho” no segundo. Os percursos artísticos, teatro de rua, música, jogos e histórias infantis e circo contemporâneo andaram pelos concelhos de Constância, Ferreira do Zêzere, Torres Novas, Alcanena, Mação e Vila de Rei. Entre os dias 19 e 22 regressam aos três últimos e estreiam-se Abrantes e Sertã.

PUB

No concelho de Abrantes, os da Água começaram a percorrer-se na quinta-feira com a estreia do percurso artístico de Francisco Goulão “Abrantes que já cá não mora” no Castelo de Abrantes, que pode ser explorado nos quatro dias a partir das 18h00.

O teatro de rua passa pela Praça Raimundo Soares com o espetáculo “Sueños de Arena” (Ytuquepintas), às 22h00 desta sexta-feira, dia 20, pelo centro histórico com “EZ SUB” (Projecto EZ), às 11h00 de dia 21, e pelo Parque Tejo com “Água” (Circolando), as 11h00 e às 17h00 de dia 22.

PUB
O percurso artístico de Tiago Correia “A Selva” pode ser explorado na Fábrica da Cultura de Minde. Foto: DR

Os Caminhos da Água regressam ao concelho de Alcanena com o percurso artístico de Tiago Correia “A Selva” na Fábrica da Cultura de Minde, para explorar a partir das 19h00 nos quatro dias. O programa de quinta-feira, dia 19, incluiu o espetáculo de circo contemporâneo “The Funes Van” (The Funes Troup), às 21h00, e o concerto de Bonga, às 22h00, ambos na Praça 8 de Maio.

Outro regresso do projeto criado pela Comunidade Intermunicipal do Médio é o feito ao concelho de Mação, no sábado, com as propostas do teatro de rua “EZ SUB” (Projecto EZ) na Praia Fluvial de Ortiga, às 17h00, e a música de Valter Lobo no Jardim Municipal, às 18h00.

PUB

Pela Sertã, os mais novos têm um momento privilegiado e podem divertir-se com os jogos e histórias da “Casa das Brincadeiras” às 10h00 e 14h00 de quinta-feira e sexta-feira.

O teatro de rua “Entremundos” (PIA) passa pela Praia Fluvial da Sertã. Foto: Susana Mendes

Também por estas paragens surge o percurso artístico “Correspondência: percurso sonoro para o jardim da Serrada”, criado por João Bento para ser percorrido na Serrada a partir das 16h00 nos quatro dias. No fim-de-semana, o teatro de rua “Entremundos” (PIA) chega à Praia Fluvial, às 18h00 de dia 21, e “EZ SUB” (Projecto EZ) à Alameda da Carvalha, às 17h00 de dia 22.

É a música que encerra o programa, neste concelho e global, com Budda Power Blues & Maria João na escadaria do Hotel do Convento, às 21h30 de domingo.

Até lá, tem tempo para trilhar os últimos troços dos Caminhos da Água em Vila de Rei, começando pelo espetáculo de circo contemporâneo “The Funes Van” (The Funes Troup) na Praia Fluvial do Penedo Furado, às 17h00 desta sexta-feira, dia 20. O teatro de rua tem destaque no sábado e no domingo com os espetáculos “Sueños de Arena” (Ytuquepintas) no Centro Geodésico de Portugal, às 21h30 de dia 21, e “EZ SUB” (Projecto EZ) na Praia Fluvial do Bostelim, às 11h00 de dia 22.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here