Sexta-feira, Fevereiro 26, 2021
- Publicidade -

Mação | VI Convívio para a Terceira Idade juntou 500 pessoas no Parque do Brejo

O já tradicional encontro sénior de Mação, Penhascoso e Aboboreira voltou a juntar os mais idosos num ambiente de festa, diversão e de promoção do convívio e bem-estar, combatendo a solidão e isolamento. O Parque de Merendas do Brejo foi palco de mais um evento de sucesso organizado pela União de Freguesias e contando com envolvimento de coletividades, instituições e animação musical.

- Publicidade -

Meio milhar de pessoas fizeram a festa, entre participantes, grupos de animação musical, representantes de entidades e coletividades, naquele que é descrito por José Fernando Martins, presidente da União de freguesias, como um “dia intenso para todos”, fazendo um balanço muito positivo desta sexta edição e com a certeza de que é para continuar.

Os séniores participantes com mais de 65 anos, recenseados e residentes na área da UF Mação, Penhascoso e Aboboreira, puderam deslocar-se de autocarro até ao Parque do Brejo participando em diversas iniciativas, que incluíram uma missa campal com a presença do Pároco de Mação, Amândio Mateus, um concerto da Banda Filarmónica da SFUM, rastreios de saúde, jogos tradicionais e almoço convívio.

- Publicidade -

Também o Grupo Cultural “Os Maçaenses” e o Grupo de Concertinas de Dornes animaram o evento, abrindo lugar para o bailarico e boa disposição, caso para se dizer que “quem dança, seus males espanta”.

Entre as sombras do parque de merendas, com bar aberto e a afamada Mina do Ti Guilherme sempre a jorrar água fresca, estavam assim reunidas as condições para um dia bem passado, no meio da natureza e solarengo.

José Fernando Martins agradeceu publicamente, através das redes sociais, a parceria e cooperação de todas as instituições, entidades e coletividades que contribuíram para este convívio sénior, que foi “um sucesso” e onde “ficou provado que o Parque de Merendas do Brejo começa a desenhar-se como um local perfeito para realizar este tipo de eventos”, concluiu o presidente de junta.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres: o conhecimento e o saber, a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).