- Publicidade -

Mação | Sessão online debate sobre efeitos do confinamento nas crianças e jovens

A Câmara Municipal de Mação, através do Serviço de Ação Social, organiza a 25 de fevereiro, quinta-feira, uma sessão online com a psicológa Tatiana Louro, convidando os pais e demais interessados a participar numa conversa sobre efeitos do confinamento nos mais novos e nas famílias. As inscrições são gratuitas e decorrem até dia 22 de fevereiro.

- Publicidade -

A conversa durará cerca de 1h30, e ali serão apresentadas algumas estratégias práticas para tornar os dias mais leves e mais felizes em tempo de pandemia.

“O convite é para um serão de conhecimento, esclarecimento e formação. Há pormenores que fazem toda a diferença em tempos de pandemia e há estratégias para que se vivam e vivenciem estes dias de forma mais feliz”, refere a autarquia em nota de imprensa.

- Publicidade -

Já sobre a convidada, Tatiana Louro da Bela, refere o município que é psicóloga clínica, fundadora e diretora-clínica da 5 Sentidos. É especialista e mestre em Psiquiatria e Saúde Mental pela Faculdade de Medicina do Porto e Pós Graduada em Educação e Parentalidade Positiva, e também especialista em Neurodesenvolvimento da Rede Diferenças e em Psicologia Clínica e da Saúde e Gerontologia.

As inscrições para participar são gratuitas, mas obrigatórias, pelo que os interessados devem inscrever-se até dia 22 de fevereiro, no Serviço de Ação Social (SAS) da Câmara Municipal de Mação através do e-mail: sas@cm-macao.pt ou por telefone: 241571541 ou 241577281.

Os inscritos recebem depois um convite por e-mail com os dados de acesso para participar na sessão.

A organização desta sessão é da Câmara Municipal de Mação, através do SAS, e tem como objetivo “refletir e sensibilizar para as estratégias a nível pessoal, familiar e emocional para lidar com as consequências do confinamento”, termina a autarquia.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres: o conhecimento e o saber, a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).