Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Julho 25, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Mação | Seis dias de Caminhos do Ferro com rostos, sopa especial e dança comunitária

Os seis dias de viagem pelos Caminhos do Ferro que começam esta terça-feira, dia 11, passam por locais que todos conhecem, mas as paisagens não são aquelas a que estão habituados. Até 16 de abril, o Centro Cultural Elvino Pereira e o centro histórico recebem rostos, uma sopa especial e um projeto artístico de dança comunitária.

- Publicidade -

A forma como os rostos revelam o que de mais íntimo existe em cada um revela-se na instalação artística criada por Paulo Carmona e que é possível descobrir em todas as datas, a partir das 10h00, através do percurso “Live Event”.

Os primeiros passos da descoberta são feitos no centro cultural, local onde a Companhia Caótica dá a provar, literalmente, uma sopa muito especial que mistura memórias, feijão, família e amor no espetáculo de teatro “Sopa Nuvem”, às 11h00 de dia 13 e às 12h00 de dia 15.

- Publicidade -

No centro histórico dança-se sob orientação de Aldara Bizarro no espetáculo “Andar”. O projeto artístico comunitário junta a coreógrafa e 50 dançarinos da região, 10 dos quais ligados ao concelho, a partir das 18h30 de domingo.

Os Caminhos do Ferro percorrem-se entre 11 e 16 de abril nos concelhos de Abrantes, Entroncamento, Mação, Tomar e Vila Nova da Barquinha. Até ao final do ano estão previstas novos “itinerários culturais” que envolvem os restantes concelhos do Médio Tejo, com os Caminhos da Água, associados à música (julho), e os Caminhos da Pedra, associados ao teatro (outubro).

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here