PUB

Mação | Santinho Mendes regressa este fim de semana ao ralicross

O Campeão de Portugal da categoria Nacional, Santinho Mendes, vai regressar este fim de semana ao Ralicross e vai competir na 4ª prova do Campeonato Nacional – Mação Verde Horizonte -, que decorre este sábado e domingo, dias 29 e 30, na pista da Boavista.

PUB

O jovem piloto abrantino vai participar na categoria Nacional, da qual é Campeão, com o Opel Astra que na época passada lhe deu o título. Na temporada passada, a jornada de Mação foi ganha por Santinho Mendes, sendo este um regresso a uma competição numa categoria onde vai reencontrar alguns dos seus adversários da Iniciação, nomeadamente Andreia Sousa e João Novo.

Nuno Araújo é a novidade mais bem guardada da quarta prova do Campeonato de Portugal de Ralicross (PTRX) 2019, avança o PT Jornal, referindo que será em Mação que o piloto de Penafiel se vai estrear aos comandos de um Skoda Fabia S1600.

PUB

Nuno Araújo vai estrear-se aos comandos de um Skoda Fabia S1600. Foto: DR

“Uma ‘arma’ com provas dadas, que certamente concentrar as atenções este fim de semana na pista ribatejana, que foi inteiramente preparada nas oficinas da Simpa Racing, que também já era a responsável por assistir o Citroen C2 S1600 utilizando anteriormente por Nuno Araújo”, refere a mesma publicação.

PUB

A jornada de Mação inicia-se ao final da manhã de sábado, com os treinos livres. Neste dia realizam-se ainda treinos oficiais e duas mangas de qualificação. No domingo decorrem mais duas qualificações e as finais.

Em disputa estará a 4ª prova do Campeonato Nacional de Ralicross, Kartcross e Super Buggy, a par de uma prova de demonstração de Popcross 2CV.

A prova de demonstração de Popcross 2CV terá o nome de José Fábrica, uma homenagem do Clube Automóvel de Mação a um piloto da região e que várias vezes competiu na pista.

A organização é do Clube Automóvel de Mação e tem o apoio do Município de Mação.

PUB
PUB
Mário Rui Fonseca
A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).