PUB

Mação | Quadra natalícia com desafio literário que dá prémios e descontos no comércio local

Apesar do contexto de pandemia de covid-19 que veio transformar a forma como habitualmente se comemorava e convivia durante a época natalícia, e num ano particularmente difícil para as famílias, instituições e para o comércio local, o município de Mação vai prosseguir com algumas iniciativas para dar algum alento e esperança à sua comunidade. Este ano, além do já tradicional concurso de presépios e montras, do mercadinho da Expo-Venda, da feira do livro e da iluminação pela vila, é lançado pela primeira vez o Desafio Literário “MAÇÃO É NATAL” que dará vales de compras no valor de 20 euros a quem participar e atribuirá cabazes de produtos do concelho aos três primeiros lugares. Aceitam-se participações até dia 13 de dezembro, às 23h59.

PUB

Este novo desafio envolvido em espírito natalício que pretendem apoiar o comércio local e estimular a criatividade e a esperança nos maçaenses, é promovido pela autarquia através da Biblioteca Municipal de Mação.

Todos os participantes vão receber um vale de 20 euros para descontar nos espaços aderentes do comércio local (a autarquia irá divulgar a listagem brevemente), distribuídos por todo o concelho. Para os três primeiros lugares do desafio haverá cabazes de produtos da Marca Mação para ajudar a compor a mesa da consoada e não só.

PUB

Para participar, devem ser enviados trabalhos que depois serão compilados numa publicação intitulada “Mação é Natal!” em formato digital e em papel.

As regras para participar obrigam a que se apresente um poema + ilustração (desenho ou fotografia), que têm de ser originais do autor. Só será aceite uma participação por pessoa.

Os trabalhos devem ser entregues até dia 13 de dezembro às 23h59 e devem conter a identificação do autor, com Nome, morada, nº Cartão de Cidadão, nº de Contribuinte, telefone e e-mail. Podem ser enviados por e-mail para biblioteca@cm-macao.pt; por correio para a Câmara Municipal de Mação (data de carimbo: 11 de dezembro) ou entregue em mão, quer na Biblioteca, quer na receção da Câmara.

Os trabalhos serão avaliados por um júri composto por 3 elementos da Câmara Municipal, Agrupamento de Escolas Verde Horizonte e Associação Comercial. Segundo a autarquia os casos omissos serão resolvidos pelo júri, que é soberano e de cujas decisões não haverá recurso.

A entrega dos vales de compras e prémios terá lugar no dia 19 de dezembro, sábado, às 11 horas, no Auditório do Centro Cultural Elvino Pereira.

Os vales atribuídos podem ser descontados até dia 31 de janeiro no comércio e serviços aderentes, cuja lista será entretanto divulgada. Após esta data os vales perderão a validade.

Foto: Pixabay

Este ano os tradicionais Concursos de Montras e Presépios promovidos pelo município vão ter continuidade, mas com adaptações à nova normalidade. O concurso de Presépios em Espaço Público passa a ser direcionado só a associações e IPSSs e todos os participantes recebem 100 euros.

Os três primeiros classificados receberão também os seguintes prémios: 1º: €275 / 2º: €250 / 3º: €225.

Já o concurso de Montras de Natal desafia todos os comerciantes das várias freguesias do concelho de Mação cujos estabelecimentos — cafés, lojas e serviços — tenham montra a decorarem e enfeitarem o espaço com a verdadeira magia do Natal. Todos os participantes receberão um prémio de participação no valor de 100 euros.

Os três primeiros classificados receberão os seguintes prémios: 1º: €275 / 2º: €250 / 3º: €225.

As montras e presépios deverão estar enfeitados e decorados de 8 de dezembro de 2020 a 6 de janeiro de 2021 (inclusive).

As visitas pelo júri para apurar os vencedores decorrerão na semana de 14 a 18 de dezembro.

Expo-Venda, na Galeria do Centro Cultural Elvino Pereira, junto à Biblioteca de Mação, é um autêntico mercadinho de Natal. Foto: CMM

Já entre os dias 1 de 30 de dezembro, decorre a tradicional Expo-Venda de Natal na Galeria do Centro Cultural Elvino Pereira, junto à Biblioteca Municipal. Um espaço dedicado a artesãos habitantes e naturais do concelho, onde se pretende dar valor ao local e tradicional, e que se assume como alternativa para a aquisição de presentes ou compras da quadra natalícia.

Este ano, neste que é um “mercadinho” de Natal, contam-se 23 bancas de exposição e venda havendo 5 expositores novos entre os artesãos que ali participam há vários anos.

As entradas serão limitadas e serão cumpridas as regras de segurança emanadas pelas entidades de saúde, mediante normas específicas de funcionamento do espaço.

A Expo-Venda estará a funcionar no seguinte horário: dias úteis: 9h00 – 13h / 14h – 17h30; Fim-de-semana e feriados: 9h30 – 13h / 14h – 17h30.

E como um livro é sempre uma boa companhia e um excelente presente de Natal, a Biblioteca Municipal acolhe mais uma Feira do Livro especial de Natal, que decorre até dia 30 de dezembro.

“A Feira do Livro de Natal procura oferecer uma excelente opção de prenda de Natal e promover a leitura junto do público de todas as idades, este ano com maior sentido, numa altura de confinamento devido à pandemia”, pode ler-se no comunicado da autarquia.

Na iniciativa existem dezenas de títulos para todos os gostos e idades, não faltando livros de autores do concelho de Mação.

PUB
PUB
Joana Rita Santos
Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres: o conhecimento e o saber, a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).