Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Dezembro 1, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Mação | Praia Fluvial do Carvoeiro ganha certificado internacional por 15 anos de Bandeira Azul

O Município de Mação recebeu um Certificado Internacional de qualidade para a Praia Fluvial do Carvoeiro, através da Fundação para a Educação Ambiental (FEE), na Conferência de Comemoração dos 35 Anos do Programa Bandeira Azul, da Associação Bandeira Azul da Europa, que decorreu a 19 de novembro. A praia fluvial maçaense é a única da região que até ao momento alcançou este feito, obtendo uma certificação internacional por ostentar há 15 anos consecutivos a bandeira azul.

- Publicidade -

Esta iniciativa pretendeu celebrar “a crescente sustentabilidade das praias portuguesas, marinas e embarcações, as condições de segurança, serviços, proteção e conservação ambiental e social”, ao mesmo tempo que promoveu a  reflexão sobre o futuro destes locais.

Praia fluvial de Carvoeiro. Foto: Joaquim Diogo/CM Mação

- Publicidade -

Vasco Estrela, presidente da Câmara Municipal de Mação, esteve presente na cerimónia onde a praia fluvial de Carvoeiro obteve reconhecimento pelos 15 anos consecutivos do galardão Bandeira Azul, sendo a praia recordista da região do Médio Tejo.

Na reunião de Câmara de dia 24, quarta-feira, o autarca referiu-se a esta distinção internacional e mencionou que o todo o concelho “deve estar orgulhoso deste feito”.

ÁUDIO | Vasco Estrela, autarca da CM Mação

Refira-se que no evento foi ainda apresentada a estratégia da FEE denominada GAIA 20/30, que aborda três dos maiores problemas ambientais que o nosso planeta enfrenta – alterações climáticas, perda de biodiversidade e poluição ambiental. Esta estratégia visa promover a compreensão das causas e dos devastadores impactos ambientais, sociais e económicos.

A FEE pretende educar e capacitar o público para tomar ações e implementar soluções para mitigar os efeitos dessas questões localmente, nacionalmente e globalmente, contando com contributo dos seus membros.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome