Terça-feira, Dezembro 7, 2021

Mação | Órgãos autárquicos tomam posse este sábado no auditório do Centro Cultural

A cerimónia de instalação dos órgãos autárquicos de Mação acontece na tarde de sábado, dia 16 de outubro, a partir das 17h30, numa sessão aberta ao público e que tem lugar no auditório do Centro Cultural Elvino Pereira, na vila. Tomarão posse os eleitos da Câmara e Assembleia Municipal mediante o sufrágio do último ato eleitoral, realizado a 26 de setembro.

- Publicidade -

O município alerta que, apesar de ser uma cerimónia pública, “deverão ser respeitadas as regras da DGS, como o uso de máscara, distanciamento e etiqueta respiratória, assim como a lotação da sala, que não deverá ser ultrapassada”.

De referir que tomará posse Vasco Estrela (PSD), presidente de Câmara reeleito para cumprir o seu terceiro e último mandato à frente da autarquia maçaense, concluindo um périplo de 12 anos na sua liderança. O social democrata viu ser consolidada a maioria absoluta, mantendo os quatro vereadores no executivo.

- Publicidade -

Na oposição, o PS conseguiu garantir o lugar na vereação, atribuído ao vereador eleito em 2017 e agora reeleito, Nuno Barreta.

Quanto ao resultados na Câmara, o PSD conquistou 63,33% ( 2647 votos), enquanto o PS alcançou 26,08% (1090 votos).

Na Assembleia Municipal mantiveram-se os 9 eleitos pelo PSD (51,99% dos votos), contra 6 do PS (39,83% dos votos). A CDU conseguiu 151 votos (3,61%). Neste resultado da eleição à Assembleia Municipal contaram-se 82 votos em branco e 109 votos nulos.

Nas freguesias, nenhuma surpresa em relação aos resultados das últimas eleições de 2017, à exceção de novas caras a liderar executivos renovados. O PS manteve a liderança na UF Mação, Penhascoso e Aboboreira sob a liderança de José Fernando Martins, Ortiga com Rui Dias e Envendos com nova cara, o secretário do atual executivo, António Alves.

Envendos foi a vitória mais renhida, pois o PS ganhou com mais 13 votos em relação a Raul Simões (PSD).

Por outro lado, o PSD manteve Cardigos e Carvoeiro; no primeiro foi reeleito Carlos Leitão – candidato da única lista a concorrer -, enquanto em Carvoeiro surge a única mulher presidente de junta do concelho, Carla Martins, que pertence ao atual executivo e é agora eleita para os próximos quatro anos. Ganhou com uma margem de 34 votos sobre o candidato do PS, Luís Silva.

Em Amêndoa, Luís Lopes reconquistou a freguesia – que em 2017 tinha ganho pelo PS – sendo o único candidato nestas eleições pelo movimento independente PNT – Pela Nossa Terra, apoiado pela candidatura social-democrata.

Mação passou, assim, a ser o único concelho do Médio Tejo gerido desde sempre pelo PSD, uma vez que a autarquia de Ferreira do Zêzere passou para as mãos do socialista Bruno Gomes.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome