Mação | Obras a decorrer em todo o concelho com novas empreitadas a caminho

O concelho de Mação está neste momento com obras a decorrer, “previstas e calendarizadas”, estando para arrancar algumas das grandes empreitadas e projetos anunciados pelo município, e outras prestes a serem concluídas. Vasco Estrela fez, na passada reunião de Câmara pública, um balanço positivo do ritmo a que decorrem. Caso do Centro de Atividades Ocupacionais, no antigo quartel do bombeiros, que se espera estar totalmente concluído no final de setembro. Por outro lado, a requalificação do Cine-Teatro Municipal, algo muito aguardado em termos patrimoniais e culturais, está previsto arrancar em outubro numa empreitada que ronda os 700 mil euros. A autarquia destaca ainda a conclusão do Núcleo Museológico de Ortiga e o arranque da construção do passadiço no âmbito da Rota das Pesqueiras e das Lagoas do Tejo.

PUB

“Está tudo de acordo com o que estava previsto e o que tínhamos perspetivado para este mandato”, diz Vasco Estrela, crendo tratar-se de “um bom sinal as coisas estarem a andar de acordo com o previsto”.

Comecemos pelo Centro de Atividades Ocupacionais (CAO), resposta social que resulta de parceria entre a Câmara Municipal de Mação, o Centro de Recuperação e Integração de Abrantes (CRIA) e a Segurança Social, que terá capacidade para 30 utentes mais 20 pessoas portadoras de deficiência em regime de lar residencial. Uma empreitada com investimento global superior a 1 milhão de euros, que vem preencher uma lacuna em temos sociais na região. O CAO está a nascer da requalificação do antigo quartel dos bombeiros de Mação, na vila, muito perto da Câmara Municipal.

PUB

Segundo o autarca houve no dia 21 de agosto “vistoria técnica preliminar, no sentido de verificar como estão a decorrer as obras”, que foi “positiva”, algo que deixa o município satisfeito, uma vez que “há apenas uma ou outra correção a fazer, de somenos importância”.

“Vamos concluir a obra e fazer abordagem à autoridade de saúde, antes da vistoria final, para saber se está de acordo com as recomendações suscitadas aquando a aprovação do projeto. Espera-se que no final de setembro, conforme previsto, possamos dar a obra por encerrada”, termina o autarca.

PUB

Foto: mediotejo.net

Por outro lado, irá dar-se início à construção do passadiço da Rota das Pesqueiras e das Lagoas do Tejo, em Ortiga, ainda em setembro, com a assinatura do contrato a decorrer ainda durante o mês de agosto.

No início de outubro prevê-se o começo da obra de requalificação do Cine-Teatro da vila, segundo o presidente da Câmara, que diz ter sido enviada “notificação para o concessionário que está a explorar o bar, de que até final de setembro deverá abandonar as instalações para se poder entrar em obra”. Esta obra representa um investimento de cerca de 700 mil euros.

Em Cardigos, a requalificação da Escola Básica e JI “está a decorrer a bom ritmo para que o ano letivo já decorra naquelas instalações com total normalidade”; também a construção da Casa do Cidadão prossegue em “desenvolvimento normal”.

Está também em obra de requalificação a estrada que liga Freixoeiro a Cardigos, passando por Sarnadas, sendo que o piso se encontrava em muito mau estado pela passagem de veículos pesados e também de máquinas de trabalhos florestais, algo que se agravou após os recentes incêndios.

Por outro lado, Vasco Estrela referiu-se a “requalificação profunda em povoações de Amêndoa, carenciadas em termos de pavimentação e da EN 244 que está sob jurisdição da Câmara Municipal”.

Quanto à beneficiação em termos de pavimentação, trata-se de um “concurso na casa dos 300 mil euros para requalificação de estradas e arruamentos em Cimo do Vale, Amêndoa, Monte Fundeiro e Cabo, e também uma rua em São José das Matas (Envendos)”.

PUB
Joana Rita Santos
Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres: o conhecimento e o saber, a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).