Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sexta-feira, Julho 30, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Mação | Na “hora de olhar para a frente”, num mandato “por todos e com todos” promete Vasco Estrela (C/vídeo)

Vasco Estrela, bem como os restantes vereadores do novo Executivo camarário de Mação, juraram pela honra cumprir “com lealdade as funções” para que foram eleitos. Após a instalação da Câmara Municipal, no dia 17, no Centro Cultural Elvino Pereira, na vila de Mação, já investido das suas funções, o presidente eleito pelo Partido Social Democrata afirmou o seu compromisso para o mandato 2017/2021 numa sessão com sala cheia, assumindo “trabalho com exigência, rigor e ambição” para um melhor concelho num mandato em que “todos fazem parte do nosso projeto que será um projeto para todos”.

- Publicidade -

“Não é o facto de termos uma maioria confortável e reforçada que nos torna donos da verdade absoluta! Foi assim no passado, será assim no futuro” afirmou Vasco Estrela já investido das funções de presidente da Câmara Municipal de Mação durante a cerimónia de instalação dos órgãos municipais, fazendo uma alusão à unidade e a mais um mandato que será por todos e com todos, “que ninguém espere de mim outra postura!” sublinhou.

Durante a sessão solene os cinco elementos do Executivo – quatro do Partido Social Democrata (PSD) e um do Partido Socialista (PS) tomaram posse. Os munícipes maçaenses que escolheram os autarcas no passado dia 1 de outubro marcaram presença no Centro Cultural Elvino Pereira, enchendo praticamente o Auditório.

- Publicidade -

E foi também perante os presidentes das Juntas de Freguesia, aos instalados e àqueles que os serão, que deixou o compromisso “de colaboração e tratamento equitativo” independentemente das cores partidárias. “Estaremos, como estivemos no passado, disponíveis para apoiar obras ou iniciativas” das Juntas de Freguesia, afirmou Vasco Estrela.

O novo Executivo da Câmara Municipal de Mação durante a sessão de instalação do órgão

Deixou, no entanto, um recado referindo que “cada um dos presidentes de Junta é responsável pelo programa que apresenta e pelo cumprimento do mesmo”, considerando não ser “correta política e institucionalmente que sejam assacadas responsabilidades à Câmara pelo cumprimento, ou não dos compromissos assumidos”.

Durante o seu discurso Vasco Estrela não passou ao lado os incêndios admitindo que “os tempos que se avizinham não serão fáceis” com um concelho “devastado pelos incêndios, gente desmotivada, triste, gente que quer desistir” e sustenta não ser tempo de “baixar os braços”. A este propósito garantiu que o seu primeiro ato após a instalação “será a assinatura, para posterior envio, da participação à Inspeção Geral da Administração Interna com os factos que devem ser esclarecidos” relativamente ao incêndio de julho. “Não desistiremos do apuramento da verdade em relação a este assunto” assegurou, acrescentando ser um compromisso desde a primeira hora e não haverá descanso “até que as responsabilidades, inclusive desta Autarquia, sejam apuradas”.

Sem prejuízo daquilo que vier a acontecer em termos de propostas e projetos que surjam no decurso do mandato, Vasco Estrela referiu ainda algumas áreas de ação consideradas prioritárias da inovação e Ação Social à Cultura passando pela Floresta e valorização de Recursos e Património.

Com a constante preocupação em não fazer promessas, o presidente deixa uma única aos presentes no Centro Cultural Elvino Pereira: “Iremos manter a ‘volta ao concelho’, iremos ter com as pessoas, dar a cara, ouvir, propor, explicar, receber contributos, receber críticas e reparos. Estarei, estaremos sempre presentes! Nos bons e nos maus momentos!”.

Por seu lado, o vereador socialista. Nuno Barreta, disse que a “democracia funciona” e enquanto vereador eleito não executivo, nos próximos quatro anos irá trabalhar para um Mação melhor. “Muito há a fazer, muito já foi feito, mas vamos continuar a trabalhar” colaborando nas áreas do Ordenamento do Território, Saúde, Educação, Ação Social, Associativismo e nas Atividades Económicas do concelho “para que consigam sobreviver aos momentos difíceis em que se encontram”.

O Executivo da Câmara Municipal de Mação após a instalação do órgão no dia 17 de outubro

Eleitos para a Câmara Municipal de Mação:

Vasco António Mendonça Sequeira Estrela – PSD
António José Martins Louro – PSD
Nuno Manuel Pedro Barreta – PS
Vasco Rodrigo da Silva Marques – PSD
Margarida Isabel de Matos Lopes – PSD

 

Mação | Discurso do presidente da Câmara Municipal de Mação, Vasco Estrela, durante a instalação dos órgãos municipais no dia 17 de outubro.

Publicado por mediotejo.net em Terça-feira, 17 de Outubro de 2017

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome