Mação | MAI lamenta acidentes que provocaram perda de vidas humanas devido ao mau tempo

O ministro da Administração Interna anunciou hoje o lançamento “em breve” do concurso para o projeto de execução do novo Centro de Formação da GNR em Portalegre, num investimento previsto de 20 milhões de euros. Foto arquivo: mediotejo.net

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, lamentou hoje em Mação os acidentes que provocaram a perda de vidas humanas devido aos efeitos da depressão Elsa, que já provocou mais de sete mil ocorrências até hoje.

PUB

“Lamentamos a perda de vidas humanas. O que é fundamental é que se mantenham os comportamentos preventivos que evitem riscos. Tivemos, ao longo do dia de hoje, nas primeiras horas algum abrandamento e haverá algum agravamento da situação durante a tarde e uma nova situação de alguma dificuldade no sábado. Comportamentos de segurança e uma grande articulação das estruturas de Proteção Civil locais e nacionais são o essencial para prevenir danos mais significativos”, afirmou Eduardo Cabrita a jornalistas em Mação, onde se deslocou com a ministra da Coesão territorial, Ana Abrunhosa, para assistir à sessão “Fundo de Solidariedade da União Europeia – Apresentação de Resultados”.

“Temos tido uma resposta do dispositivo, quer da Proteção Civil municipal nas áreas mais diretamente atingidas, quer na monitorização da evolução das bacias hidrográficas no Douro, Tejo e Mondego fundamentalmente, com o aviso atempado às populações. E, nas zonas mais afetadas em municípios como Amarante, Águeda ou na região de Coimbra tem sido garantida a intervenção preventiva que permite salvaguardar a segurança e limitar os danos”, disse o ministro.

PUB

A passagem da depressão Elsa, em deslocação de norte para sul, provocou dois mortos, um desaparecido e deixou perto de 80 pessoas desalojadas, registando-se entre quarta-feira e as 12:00 de hoje cerca de 7.000 ocorrências, na sua maioria inundações e quedas de árvore.

Num balanço feito ao início da tarde, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) referiu que os distritos mais afetados são Porto, Viseu, Aveiro, Coimbra, Braga e Lisboa.

PUB

Segundo a Proteção Civil, até às 20:00 deverá verificar-se um agravamento do estado do tempo, sendo depois expectável que a situação comece a estabilizar.

O mau tempo provocou também danos na rede elétrica, afetando a distribuição de energia a milhares de pessoas, em especial na região Centro.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) tem hoje sob aviso laranja (o segundo mais grave) 12 distritos de Portugal continental e a costa norte da Madeira devido sobretudo à agitação marítima. Leiria, Santarém e Portalegre estão sob aviso laranja também devido às previsões de precipitação forte durante a tarde.

O IPMA alertou para os efeitos de uma nova depressão, denominada Fabien, que atingirá Portugal no sábado, em especial o Norte e o Centro, estando previstos intensos períodos de chuva e vento forte de sudoeste, com rajadas que podem atingir 90 km/hora no litoral norte e centro e 120 km/hora nas terras altas.

Segundo o IPMA, os efeitos da depressão Fabien não deverão ter em Portugal continental a mesma intensidade do que os da depressão Elsa, prevendo-se uma melhoria gradual do estado do tempo a partir de domingo.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here