- Publicidade -

Mação | Jardim dos Peixinhos entrou em requalificação

O Jardim Municipal de Mação, vulgo Jardim dos Peixinhos, começou a ser requalificado este mês, tratando-se de uma obra há muito esperada. Visto pela autarquia como “espaço com décadas de histórias e memórias”, é agora alvo desta ação de melhoria que se vai desenvolver no âmbito do PARU – Plano da Área de Reabilitação Urbana de Mação, aprovado em 2015. O grande objetivo passa por valorizar o espaço público de modo a proporcionar à população um espaço urbano de lazer único, com qualidade e conforto, onde se privilegia a estadia.

- Publicidade -

Segundo a CM Mação, o projeto procura requalificar o local caraterizando-o como um novo espaço de reunião para a comunidade local, sendo que se procurou a minimização de impactes, evitando movimentação de terras, aproveitando as zonas verdes existentes e acrescentando-lhe novas valências de referência.

A promoção de condições para o recreio passivo (zona de estadia, contemplação, leitura, e descanso) e ativo é também uma das premissas desta ação, que inclui substituição dos equipamentos e mobiliários existentes por modelos, tipologias e estruturas mais atrativas e contemporâneas que fomentem a utilização do local, criar percursos pedonais acessíveis a pessoas com mobilidade condicionada e garantir condições de segurança para os utentes, lê-se no comunicado da autarquia.

- Publicidade -

Imagem do “Depois” do projeto de requalificação do Jardim. Foto: CM Mação

Integrado no projeto está também o Largo do Matadouro, ponto onde serão criadas duas estruturas, uma na atual entrada para maior visibilidade para quem visita a vila, outra para a criação de rampas de acesso para mobilidades condicionadas. Serão também reestruturadas as instalações sanitárias existentes, para que fiquem mais dignas e modernas e para criar condições para acessibilidades.

A autarquia faz notar, no mesmo comunicado, que esta proposta está de acordo com o Regulamento do PDM de Mação no que toca aos requisitos do espaço verde urbano equipado, tendo em atenção as condições topográficas, morfológicas e ambientais que caraterizam a envolvente.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres: o conhecimento e o saber, a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).