Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Segunda-feira, Agosto 2, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Mação: Disponíveis equipamentos de recolha de roupa, brinquedos e calçado usados para reciclar

No concelho de Mação há nove equipamentos de recolha de roupa, calçado e brinquedos que são depois tratados pela Loja Solidária e entregues às pessoas mais necessitadas.

- Publicidade -

Os nove contentores estão disponíveis em todo o município de Mação desde 2013, resultantes de uma parceria entre a autarquia local e a empresa H Sarah Trading, Lda.

Se tem em casa roupa, calçado ou brinquedos que já não precise e que ainda se encontrem em bom estado, pode depositá-los nos diversos contentores do concelho nomeadamente: na Aboboreira, entre a Igreja e o Centro de Dia; na Amêndoa, junto à escola antiga, ao lado dos outros ecopontos; em Cardigos, junto à Igreja Velha; no Carvoeiro, perto da Igreja, junto à parede da torre; nos Envendos, em frente à Junta de Freguesia; em Mação, na Rua Com. Manuel Marques, junto às lojas; na Ortiga, no Largo Dr. João de Oliveiras Casquilho; e no Penhascoso, junto ao Coreto, em frente ao Posto Médico.

- Publicidade -

De acordo com informação da autarquia, o material também poderá ser recolhido em casa em caso de se tratar de quantidades/volumes maiores.

O material recolhido é depois tratado e reencaminhado para que possa ser reutilizado ou, caso não apresente condições, reciclado.

Desta forma, para além de garantir o fornecimento continuado de roupa, calçado e brinquedos à Loja Solidária de Mação, a empresa H Sarah Trading procede também à recolha do material em mau estado para reciclar.

Os equipamentos onde pode depositar os artigos usados estão identificados com o logotipo da Loja Solidária de Mação, com o brasão da Câmara Municipal e com o logotipo da H Sarah Trading, que é a detentora do alvará de licença para a realização desta operação de gestão de resíduos.

Entrou no mundo do jornalismo há cerca de 13 anos pelo gosto de informar o público sobre o que acontece e dar a conhecer histórias e projetos interessantes. Acredita numa sociedade informada e com valores. Tem 35 anos, já plantou uma árvore e tem três filhos. Só lhe falta escrever um livro.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome