Sexta-feira, Fevereiro 26, 2021
- Publicidade -

Mação | Depois do fogo, Penhascoso renasce e volta a transformar-se na Aldeia do Rock

A localidade de Penhascoso volta a transformar-se na Aldeia do Rock durante as festas em Honra de Nossa Senhora do Pranto entre os dias 18 e 20, sexta-feira e domingo. O evento começa hoje [sexta-feira] às 18:00. Os concertos enchem o programa que não esquece o IV Festival Mundial dos Pipis, passeios e cerimónias religiosas.

- Publicidade -

Segundo a organização, “depois de uma semana terrível em que tudo ardeu à nossa volta, em que ficámos completamente cercados pelo inferno, é tempo de olhar em frente! Hoje arranca na nossa aldeia a nossa querida festa, é muito importante que estejamos todos juntos e que mostremos mais uma vez a solidariedade demonstrada durante estes dias de pesadelo! Venham todos à #aldeiadorock este fim de semana!”

Os cabeças-de-cartaz deste ano são “Trotil” no dia 18, “Klepht” no dia 19 e “Ferro&Fogo” no dia 20, sempre às 23h59. Élsio Nunes atua nos dois primeiros dias às 22h00 e no último, a Banda da Sociedade Filámonica União Maçaense acompanha o peditório matinal (08h00) e Carlos Catarino anima no concerto noturno (21h00).

- Publicidade -

As noites terminam com as sessões de after-hours de “Xups” na sexta-feira, “Dupla Mete Cá Sets” e “Zero Hipótese” no sábado e “Kid Kat” no domingo, mas até lá chegar existem outras propostas para festejar, como o IV Festival Mundial dos Pipis, que começa às 17h00 do dia da abertura.

Esta iniciativa dura os três dias, assim como o serviço de jantares, cujas ementas servidas a partir das 20h00 incluem migas, chanfana, bacalhau assado e grelhados. Os passeios pedestre e “Chapa Amarela” recebem os participantes a partir das 09h00 de dia 19 e a missa solene seguida de procissão tem início às 16h00 de dia 20.

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).