Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Quarta-feira, Outubro 20, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Mação | Crianças mantêm tradição e pedem os bolinhos na Queixoperra

A aldeia de Queixoperra, no concelho de Mação, cumpre este dia 1 de novembro, Dia de Todos os Santos, uma tradição que marca toda a região. Aqui, há mais de 60 anos que “pedir os bolinhos” se cumpre, ano após ano, pelas crianças. Quer as que por ali residem, quer aquelas que aproveitam para visitar a família e fazer parte deste ato de envolvimento comunitário.

- Publicidade -

As crianças da aldeia, que vão saindo em pequenos grupos, têm por hábito percorrer as ruas da localidade entoando o verso “Tia tia, bolinhos bolinhos, em louvor de todos os santinhos”.

A missão começa cedo, com o saco de pano na mão, e Queixoperra é corrida de uma ponta à outra, sempre a pé, tocando as crianças em todas as portas, esperando que as ‘tias’ lhes possam ceder moedas ou guloseimas variadas em louvor dos santos da sua devoção.

- Publicidade -

Foto: Berta Silva Lopes

O ritual tem passado de geração em geração desde há várias décadas, não se sabendo ao certo como e quando terá começado esta tradição naquele local.

Ainda assim, a população desta pequena aldeia maçaense acede com carinho a este peditório “em miniatura”, pois é sinónimo de alegria, boa disposição e vivacidade numa altura em que o Interior do país sofre fortemente com o envelhecimento populacional e a desertificação, e nem todos os lugares se podem gabar de ter crianças prontas a garantir a tradição.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome